Pravda.ru

Mundo

Ossétia do Sul votou pela independência

13.11.2006
 
Ossétia do Sul votou pela independência

Ontem terminou a votação nas eleições presidenciais na Ossétia do Sul e no referendo simultâneo sobre a independência. Os dados preliminares do Centro eleitoral mostram que o vencedor das presidenciais é o atual dirigente dessa autoproclamada independente República: Eduard Kokoity.

 As mesmas fontes dizem que 99 por cento dos intervenientes no referendo se pronunciaram a favor da plena separação da Ossétia do Sul da Geórgia , comunica RIA-Novosti.

 O presidente cessante e favorito à reeleição Eduard Kokoity disse esperar que a Rússia e em especial a Europa actuem com a Ossétia do Sul como actuam em relação, por exemplo, ao Kosovo e evitem ter dois pesos e duas medidas".

 Os observadores internacionais apontaram uma ausência praticamente total de quaisquer faltas no processo de votação. Muitos países do Ocidente haveriam de tirar lições da democracia estabelecida na Ossétia do Sul – declarou Robert Smolanski, chefe da missão de observadores.

 Entretanto, o Governo da Geórgia, que insiste em que a Ossétia do Sul é parte integrante do seu território, qualificaram de ilegítimas as eleições e o referendo.

A Rússia, que intermedia na resolução do conflito entre a Geórgia e a Ossétia do Sul, declarou que os mediadores deverão levar em consideração os resultados do pleito, porque refletem a vontade da população local.

A organizacao para a seguranca e cooperacao na europa (OSCE) considera as votacoes como contraproducentes e geradoras de conflitos ainda maiores na região.


Loading. Please wait...

Fotos popular