Pravda.ru

Mundo

Novo atentado na Turquia mata cinco crianças

13.09.2006
 
Novo atentado na Turquia mata cinco crianças

Uma  bomba, que foi acionada por celular, explodiu na cidade de Diyarbakir, centro de militância separatista curda, no sudeste da Turquia, causando ontem oito mortos  e 17 feridos.  Cinco dos mortos eram crianças, informa  a agência oficial turca Anatolia.  Até à madrugada de hoje   nenhum grupo assumiu a autoria dos atentados. A explosão ocorreu num parque do distrito de Baglar, onde os jardins atraem muitas pessoas ao entardecer.


 O principal suspeito, segundo as autoridades turcos, são os grupos extremistas  ligados ao Partido dos Trabalhadores do Curdistгo (PKK). O correspondente da BBC em Istambul afirma que a explosão pode estar ligada a um recente pedido do prefeito local para que o grupo separatista curdo, PKK, anunciasse um cessar-fogo depois da crescente violência das últimas semanas.
 

Também no dia de ontem, ocorreram outros dois atentados а bomba em cidades turcas. Autoridades militares turcas anunciaram ter desarmado uma bomba por controle remoto instalada por militantes curdos.

O ataque ocorreria em uma movimentada ponte na cidade de Hatay, também no sudeste do país. Na província de Bingol, no leste, uma bomba explodiu em uma ferrovia, no momento em que passava um trem transportando carvão. Nesse ataque, não houve mortos, mas três vagões foram danificados.

Os atentados ocorreram no momento em que os governos americano e turco planejam tomar medidas para conter os militantes curdos. Esses utilizam campos de treinamento no norte do Iraque e atacam a Turquia. Ontem, o general da Força Aérea dos EUA Joseph Ralston chegou a Ancara para tratar com representantes turcos sobre a questão.

Nas últimas semanas, uma série de explosões em diferentes cidades da Turquia mataram 12 pessoas e feriram dezenas. Em um deles, no dia 28, uma bomba no balneário de Antalya matou três pessoas. O grupo Falcões da Liberdade do Curdistгo (TAK), ligado ao PKK, assumiu o ataque. Menos de 24 horas antes, outro ataque, no balneário de Marmaris, feriu 11 turcos e dez britânicos. Suspeita-se que os atentados buscava prejudicar o turismo no país.


Loading. Please wait...

Fotos popular