Pravda.ru

Mundo

Guerra aberta entre Israel e Líbano

13.07.2006
 
Guerra aberta entre Israel e Líbano

Hoje as notícias sobre Médio Oriente são de uma guerra aberta entre o Israel e o Líbano.

O bastião do Hezbollah xiita libanês, nos arredores sul de Beirute (na foto), foi hoje alvo de um ataque israelita. O lançamento dos mísseis a partir do Líbano foi a resposta aos bombardeamentos de Israel, durante a madrugada, que atingiram vários bairros civis e o aeroporto internacional de Beirute, que entretanto foi encerrado. A aviação israelita também bombardeou esta madrugada o Ministério palestiniano dos Negócios Estrangeiros. As instalações ficaram completamente destruídas.

"O bairro de Haret Hreik de Beirut foi atacado", disse um porta-voz do Hezbollah sem precisar a natureza do ataque.

Nesse bairro fica a Al-Manar, a televisão do grupo, cujas emissões continuam, bem como a sede do comando do Hezbollah, que já tinha sido bombardeada pela aviação israelita em 1996.

Em Jerusalém, o ministro israelita da Justiça, Haim Ramon, disse hoje que o Líbano "vai pagar um alto preço pelo acto de guerra" que foi o rapto de dois soldados israelitas.
"O Governo libanês, que permitiu ao Hezbollah que cometesse um acto de guerra contra Israel, pagará um preço muito alto, as regras do jogo mudaram", avisou na rádio militar.

Pelo menos 27 civis libaneses, dos quais 10 crianças com menos de 15 anos, e 20 feridos é o balanço dos vários ataques da aviação israelita no sul do Líbano - um balanço da Agência France Press, que cita fontes policiais e de hospitais.
Já a agência Reuters, fala em, pelo menos, 22 civis mortos.
Foram perto de 40 os ataques da aviação israelita na madrugada desta quinta-feira, depois de milícias xiitas do Hezbollah terem raptado dois soldados israelitas, na fronteira entre Israel e o Líbano.

Os raids aéreos visaram essencialmente locais no sul do Líbano onde o Hezbollah guarda "grandes quantidades de armas e de munições", incluindo misseis utilizados contra o território israelita, disse uma porta-voz militar de Israel.

Atacado foi também o aeroporto internacional de Beirute.
O Líbano já retaliou com os mísseis lançados para o norte de Israel, um país que está agora em ofensivas militares em duas frentes.

O exército judáico confirmou a informação de que várias localidades do país foram atingidas por “rockets” e que pelo menos um civil morreu.

Quanto ao ataque desta madrugada, Israel fez saber por uma porta voz-militar, citada pela agência France Press, que o ataque ao aeroporto de Beirute, capital do Líbano, deveu-se ao facto de ele servir para “transportar armas e material militar para o benefício Hezbollah libanês”.


Loading. Please wait...

Fotos popular