Pravda.ru

Mundo

China: Pior terremoto em 32 anos

13.05.2008
 
China: Pior terremoto em 32 anos

Número de mortos continua a subir depois de terremoto na RP China. O terremoto de magnitude 7,8 no sudoeste da República Popular da China segunda-feira à tarde, centrado na província de Sichuan, causou até agora mais que 12.000 mortes. O número continua a subir, com centenas de pessoas ainda soterradas.

Aconteceu no meio do dia escolar, às 14.30. Oito escolas caíram, fábricas em escombros, um hospital ruiu. No início da noite de terça-feira, o número de mortos atinge mais que 12.000, sendo o pior desastre natural na RP China em 3 décadas, desde o terremoto de Tangshan em 1976, que causou 242.000 mortes. De acordo com funcionários da RP China, o número de mortos podia subir dramaticamente pois há ainda 10.000 desaparecidos.

Os trabalhadores de salvamento lutavam para alcançar áreas cortadas pelo terremoto. Mais de 50.000 soldados têm estado a ajudar. A maioria das vítimas estavam no centro da Província de Sichuan. Em Chengdu, capital de Sichuan, milhares de residentes sentiram mais de 300 tremores. Estão em acampamentos nas ruas. O Gabinete Seismológico da Província de Sichuan declarou que mais de 1.180 tremores até magnitude seis foram registrados a partir das 5 da manhã na terça-feira.

O tremor destruiu 80 por cento de estruturas em alguns povoados e cidades pequenas perto de seu epicentro, disseram funcionários chineses. Os tremores foram sentidos tão longe quanto Vietnã e foi sentido outro tremor menor na periferia de Pequim, a 1.440 quilômetros. O terremoto também sacudiu edifícios na Tailândia.

O tremor destruiu uma importante cidade antiga em Langzhong, onde uma torre de 32 metros de altura com 400 anos de idade, caiu.

Um abalo secundário na terça-feira a tarde registrou uma magnitude de 6,1. A maioria das áreas afectadas permanecem sem serviço celular de fone. O serviço de trem/comboio de passageiros em Sichuan foi suspenso, e 13 carruagens-tanque de combustível, que pegaram fogo quando a composição descarrilou, ainda ardem na Província de Gansu.

Há necessidade urgente de água potável, alimentos, medicamentos, tendas, salvadores profissionais e equipamento. Não há nenhuma notícia sobre a situação nos municípios de Yingxiu, Wolong e Xuankou, que são localizados exatamente no epicentro.

Lisa KARPOVA

PRAVDA.Ru

USA/CANADA


Loading. Please wait...

Fotos popular