Pravda.ru

Mundo

Olmert deixa escapar que Israel tem a bomba atômica

12.12.2006
 
Olmert deixa escapar que Israel tem a bomba atômica

Os Governos de Israel nunca admitiram publicamente a posse de armas atômicas.

Israel alegou que sua "ambigüidade estratégica" afasta inimigos numericamente superiores sem provocar uma corrida armamentista.

Ao não declarar publicamente que possui armas nucleares, Israel também superava a proibição norte-americana ao financiamento de países que tenham armas de destruição em massa. Assim, o Estado judaico  recebeu  a verba anual de mais de US$ 2 bilhões de Washington em ajuda militar.

Mas ontem o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, retirando o véu sobre a política de ambigüidade nuclear de Israel, admitiu em uma entrevista veiculada nesta segunda-feira, 11, que o Estado judeu tem armas atômicas.

Em sua entrevista à cadeia alemã "Sat 1", Olmert, ao ser perguntado se não achava que o arsenal nuclear de Israel poderia ser contraproducente para os esforços do Ocidente para que o Irã não desenvolva armas atômicas, o primeiro-ministro reconheceu indiretamente a existência desse potencial.


"Israel é uma democracia e não ameaça ninguém. O Irã, por outro lado, ameaça aberta e publicamente riscar Israel do mapa", afirmou Olmert. "Pode-se comparar que (Irã) queira ter armas atômicas com os Estados Unidos, França, Israel e Rússia?", perguntou. Olmert tinha destacado duas vezes durante a entrevista que "Israel não será o primeiro a introduzir armas nucleares no Oriente Médio.

Segundo especialistas estrangeiros, nunca desmentidos, Israel possui em seus arsenais cerca de 200 bombas atômicas que podem ser utilizados por suas Forças.

 Com agências


Loading. Please wait...

Fotos popular