Pravda.ru

Mundo

Bush: Por quê não te calas?

12.08.2008
 
Bush: Por quê não te calas?

Usando as palavras do ilustre Rei da Espanha no seu reflexo idiota e prepotente numa Cimeira com Hugo Chavez, vamos endereçá-las a outro imbecil. Presidente George W. Bush, por quê não te calas?

Presidente Bush,

Por quê não te calas? No seu discurso na segunda-feira relativamente às acções legítimas da Federação Russa na Geórgia, nem sequer referiu uma única vez aos crimes de guerra perpetrados pelas forças militares da Geórgia, apoiadas pelos Estados Unidos da América e seus conselheiros, contra os civis russos e ossétios. Acha bem isso?

Presidente Bush,

Por quê não te calas? Seu aliado fiel, Mikhail Saakashvili, anunciava um cessar-fogo enquanto suas tropas, com seus conselheiros, juntavam-se na fronteira com Ossétia Sul, que atravessaram sob o manto da noite e a seguir destruíram Tskhinvali, escolhendo como alvos militares estruturas civis, tal como suas forças militares fizeram no Iraque. Tem orgulho disso?

Presidente Bush,

Por quê não te calas? As forças militares do seu aliado, Geórgia, apoiadas pelos seus conselheiros norte-americanos, enquanto numa missão de manutenção de paz, foram instruídos a abrirem fogo contra os elementos russos da equipa de manutenção de paz. Isso teve seu aval?

Presidente Bush,

Por quê não te calas? Seus aviões norte-americanos deram boleia a milhares de soldados georgianos do Iraque directamente para a zona do conflito. Será que seus rapazes deram-lhes palmadas nas costas e desejaram-lhes boa sorte também?

Presidente Bush,

Por quê não te calas? Como explica o facto que entre os milhares de soldados georgianos, treinados pelas suas forças, se encontravam numerosos oficiais a darem ordens em inglês norte-americano? Como explica os relatórios sobre soldados norte-americanos entre os mortos? Estranho, n’é?

Presidente Bush,

Por quê não te calas? Achas que alguém dá qualquer importância às suas palavras depois de oito anos do seu regime criminoso e políticas assassinas? Acha que tem algum direito moral de opinar sobre o que fosse? Acha que há um único ser humano neste planeta que não levanta o dedo médio cada vez que sua cara aparece no ecrã da TV? Por quê será? Interessante, não acha?

Presidente Bush,

Por quê não te calas? Achas que tem algum direito de dar conselhos ou largar sentenças depois de Abu Ghraib? Depois de Guantanamo? Depois do massacre de centenas de milhares de civis no Iraque? Depois dos actos de tortura pela CIA? Difícil de conciliar, pois não?

Presidente Bush,

Por quê não te calas? E se a Rússia declarasse que a Geórgia tinha armas de destruição massiva? E que sabia onde estas armas estavam, nomeadamente em Tblissi, Poti e nos arredores? E que sabiam que era verdade porque havia “informações magníficas dos serviços especiais estrangeiros” tais como fotografias de fábricas de leite em pó e cereais para bebés (hoje uma criança, amanhã um terrorista, não é?) que produzem armas químicas que “estão a ser transportadas pelo país fora em veículos”? E se a Rússia declarasse que Saakashvili “enganou o mundo” e que são horas para “uma mudança do regime”?

Simples, não é, “senhor” Presidente? Pois, é seu mundinho, hipócrita, assassino, criminoso e satânico, criado por si e seu regime, que será um belo epitáfio na sua curta carreira na política internacional.

Por isso, por quê não te calas? Ah! E já agora, envie mais alguns conselheiros militares para a Geórgia, estão a faz um belíssimo trabalho por lá, sabes?

Timothy BANCROFT-HINCHEY

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular