Pravda.ru

Mundo

Argentina pede a detenção e extradição de Isabel Perón

12.01.2007
 
Argentina pede a detenção e extradição de Isabel Perón

Argentina enviou à Interpol um pedido de deter  Isabel Perón, que mora na Espanha, acusada de eliminar os elementos subversivos no pais durante seu Governo, após a morte do general Perón.

 A ordem de captura internacional contra a ex-presidente argentina María Estela Martínez (1974-1976) foi expedida no marco de uma causa pelo desaparecimento de um jovem .

O magistrado federal Raúl Acosta da cidade de São Rafael (província de Mendoza, oeste da Argentina) enviou um ofício a Interpol (Polícia internacional) para que detenham Martínez após julgá-la responsável pela assinatura de três decretos que habilitaram o desaparecimento de pessoas.

María Estela Martínez, que após a morte de Perón em julho de 1974 lhe sucedeu na chefia do Estado, mora nos arredores de Madri.

Acosta investiga o desaparecimento do jovem Héctor Aldo Fagetti Galego, em 25 de fevereiro de 1976, um mês antes do golpe militar que derrubou a viúva de Perón, também conhecida como "Isabelita".

O juiz considera que o desaparecimento foi avalizado pela assinatura de três decretos em 1975 que habilitaram as Forças Armadas a "aniquilar os elementos subversivos", o que demonstraria uma ação de terrorismo de Estado.

O advogado de María Estela Martínez, Atilio Neira, disse em declarações à "Rádio 10" de Buenos Aires que espera ver "como vai se desenrolar a ordem de detenção" e assinalou que ainda não teve "nenhuma comunicação" com a ex-governante, de 75 anos. Na causa também estão envolvidos outros membros do gabinete de Martínez.

Os três decretos constituíram um Conselho de Segurança Interna e facultaram aos Governos provinciais a assinar convênios que colocavam "sob seu controle operacional" o pessoal e os meios policiais e penitenciários provinciais para seu uso imediato na luta contra a "subversão".

Também permitiram às Forças Armadas "proceder a executar as operações militares e de segurança" que fossem "necessárias com o objetivo de aniquilar os elementos subversivos em todo o território do país".

 Com EFE


Loading. Please wait...

Fotos popular