Pravda.ru

Mundo

Guerra entre EUA e Rússia começa em Dezembro

11.10.2006
 
Guerra entre EUA e Rússia começa em Dezembro

Os militares dos EUA elaboraram o novo plano do treinamento, onde um dos inimigos de convenção vai ser a Rússia. Treinamento que tem o nome código "Vigilant Shield 07" passará entre dia 4 e 14 de Dezembro nas bases das Forças Aéreas dos EUA “Davis Montan” (estado Arizona) com a participação de autoridades do comando norte das Forças Aéreas dos EUA e o comando unido americano-canadiano da defesa aerocósmica americana.

Como citado no jornal “Washington Post”, com este treinamento irá começar o “conflito” devido às intenções dum país imaginário, Irmingham - começar o enriquecimento do urânio, tentando os EUA evitar que tal suceda. Do lado do Irmingham e contra EUA vão apresentar-se os três países imaginários – Rubeck, Nimazi e Churia. O jornalista supõe que o nome Irmingham quer dizer Irão. E os outros três países serão Rússia (Rubeck), Coreia do Norte (Nimazi) e China (Churia).

Como diz o roteiro, pouco a pouco a tensão no mundo irá aumentar e Rubeck assistir-se-á ao primeiro golpe nuclear pelos principais objectos militares dos EUA, incluindo os bunkers da montanha Cheyenne Mountain (estado Colorado) e Raven Rock (estado Maryland), que é o pentágono subterrâneo.

O roteiro mostra que o conflito vai começar no Outono de 2006, depois de Irmingham começar o enriquecimento do urânio. Tentando prevenir as acções de força do lado dos EUA, Rubeck (ou seja Rússia) mandará para o Oceano Pacífico os seus submarinos atómicos, e Nimazi (Coréa do Norte) colocará em combate os seus foguetes intercontinentais, começando depois a preparar a realização de provas atómicas subterrâneas. As suas forças estratégicas irão recuperar Churia também (China).

As tentativas de arbitragem do lado do NATO não vão resolver este conflito e o embaixador de Rubeck está retirado para “consultações” enquanto o líder da Casa Branca faz uma declaração a sua nação. Depois, Rubeck deporta para fora do país todos os funcionários da embaixada dos EUA.

No período entre 10 e 14 de Dezembro, Rubeck manda para o espaço aéreo dos EUA 8 seus bombardeiros Tu-95 com os foguetes não nucleares para destruir sistemas DCA dos EUA, realizando depois o golpe estratégico ao usar 4 foguetes nucleares balísticos. Posteriormente, mais 3 bombardeiros Tu-95 destruirão as bases das Forças Aéreas dos EUA no estado Alaska e no Canada.

Neste roteiro fala-se também sobre uma explosão duma bomba dentro do Pentágono e um ataque do lado do Nimazi contra EUA com 2 foguetes balísticos. Os EUA respondem depois com outros 2 foguetes balísticos contra os objectos do Rubeck.

O jornalista do Washington Post pensa que a elaboração deste plano foi feito apenas para tirar dinheiro do governo para o financiamento dos seus programas da defesa, defendendo que o plano é muito infantil e treinamentos deste tipo podem tornar-se numa ofensa para o país.


Loading. Please wait...

Fotos popular