Pravda.ru

Mundo

Ayman al-Zawahri indica os próximos objetos de ataque

11.09.2006
 
Ayman al-Zawahri indica os próximos objetos de ataque


Ayman al-Zawahri, o número 2 da Al Qaeda , condenou as forças da Organização das Nações Unidas no Líbano que classificou como "inimigas do Islã", na primeira ameaça implícita contra as forças de manutenção da paz.

Ele  falou em uma fita de vídeo exibida pela televisão árabe Al Jazeera na segunda-feira, também criticou uma resolução da ONU que pôs fim a 34 dias de guerra entre Israel e os guerrilheiros do Hizbollah.


"O maior problema com a resolução 1701 e com resoluções similares feitas para humilhar os muçulmanos é ... que elas contêm a declaração da existência do Estado judeu", disse Zawahri no vídeo, exibido no quinto aniversário dos ataques de 11 de setembro de 2001 contra os Estados Unidos.


"(A resolução) também isola os mujahideen na Palestina dos muçulmanos no Líbano pela presença das forças internacionais que são inimigas do Islã", acrescentou. Um dos líderes da Al Qaeda alertou Israel e outros aliados dos Estados Unidos no Oriente Médio para a possibilidade de novos ataques que selariam o declínio econômico do Ocidente.


Ayman al-Zawahri, número dois da Al Qaeda, disse: "Digo a eles (líderes ocidentais) que não se preocupem em defender suas forças no Iraque e no Afeganistão, pois essas forças estão fadadas ao fracasso.


"Vocês precisam reforçar suas defesas em duas áreas: a primeira é o Golfo (Pérsico), de onde vocês serão expulsos, se Deus quiser, após sua derrota no Iraque...", disse ele no vídeo que teve trechos transmitidos pela rede Al Jazeera.


"O (alvo) seguinte é Israel. A atual guerra santa está se aproximando, e o fim de vocês por lá colocará um fim à supremacia cruzado-sionista", acrescentou.


O líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, já havia ameaçado lançar ataques contra instalações petrolíferas para prejudicar o Ocidente.

Reuters



Loading. Please wait...

Fotos popular