Pravda.ru

Mundo

Banco de Inglaterra congelou as contas dos detidos

11.08.2006
 
Banco de Inglaterra congelou as contas dos detidos

O Banco de Inglaterra congelou hoje as contas bancárias de 19 dos 24 pessoas detidas na quinta-feira no quadro de um plano terrorista desmantelado, que visava fazer explodir aviões comerciais entre a Grã-Bretanha e os Estados Unidos. 

Segundo o ministro británico da Economia , Gordon Brown, e os serviços da segurança, o banco identificou a esses 19 presos . Os 14 são de Londres, 4 de condado de Buckinghamshire e 1 de Birmingham . Os suspeitos têm entre 35 e 17 anos de idade.

Os nomes dos suspeitos citados no documento anexo ao comunicado do Banco de Inglaterra são: Ahmed Abdula Ali, Cossor Ali, Khuram Shazad Ali, Nabeel Hussain, Tanvir Hussain, Umair Hussain, Umar Islam, Wassem Kayani, Abdullah Assan Khan, Arafat Waheed Khan, Adam Osman Khatib, Muneem Abdul Patel, Tayib Rauf, Usman Muhammed Saddique, Assad Sarwar, Ibrahim Savant, Asmin Amin Tariq, Mohammed Shamin Uddin e Waheed Zaman.

 As contas bancárias de outros detidos serão tambem congelados se os serviços da segurança resolverem fazer isso.

De acordo com o comunicado, divulgado hoje, «o Banco de Inglaterra ordenou que todos os fundos detidos por estes (19) indivíduos ou em seu nome devem ser congelados e que nenhum desses fundos deve ser entregue, directa ou indirectamente, a quem quer que seja, excepto em caso de autorização explicita».


Além disso, «as instituições financeiras e outras pessoas devem controlar se detêm contas, fundos, bens financeiros, recursos económicos ou benefícios em nome dos indivíduos em questão e, caso isso aconteça, devem congelar as contas bancárias ou outros fundos e comunicar as informações ao Banco de Inglaterra», acrescenta o texto.


A medida significa que é uma violação do lei operar com esse dinheiro sem uma autorização especial do ministro da Economia.


Loading. Please wait...

Fotos popular