Pravda.ru

Mundo

Angola: Reduzir mortalidade materna e infantil

11.06.2009
 
Angola: Reduzir mortalidade materna e infantil

Luanda, 11 de Junho de 2009 – Para acelerar a redução da mortalidade de crianças menores de cinco anos e a mortalidade materna, o Ministério da Saúde com o apoio da OMS e do UNICEF vai realizar entre os dias 14 a 28 de Junho de 2009, a segunda campanha ″Viva a Vida com Saúde", que prevê imunizar contra o sarampo e a poliomielite crianças menores de cinco anos, ministrar Albendazol e Vitamina A e vacinar contra o tétano mulheres em idade fértil.

Com esta campanha, o Ministério da Saúde prevê vacinar 3,3 milhões de crianças de 9 a 59 meses de idade contra o sarampo, 4 milhões de crianças dos 0 aos 59 meses de idade contra a pólio, 1,5 milhões de mulheres em idade fértil contra o tétano em 10 províncias e administrar uma dose suplementar de vitamina A e Albendazol a 3,5 e 3,1 milhões de crianças, respectivamente.

Pelo facto de a maioria dos técnicos de saúde estarem concentrados nas unidades sanitárias das sedes municipais e as cadeias de frio funcional para a conservação de vacinas estarem igualmente nestas localidades, em cada fase da campanha as actividades serão realizadas primeiro na área urbana, entre os dias 14 a 18 de Junho e posteriormente nas zonas rural, entre os dias 19 a 28 de Junho.

Para as zonas rural a campanha será realizada através de equipas avançadas e móveis de saúde, que serão instaladas em locais de maior concentração de crianças e de mulheres.

Durante a campanha estarão envolvidos todos os profissionais de saúde, funcionários do Ministério da Saúde, das ONG´s e do sector privado, estudantes finalistas das escolas de enfermagem e de medicina formados e capacitados para participarem, coordenarem e supervisionarem as actividades locais.

Para o sucesso da segunda campanha ″Viva a Vida com Saúde″, o Ministério da Saúde contará com o envolvimento inter-ministérial, das agências das Nações Unidas, da sociedade cívil, das autoridades tradicionais, das igrejas e sobretudo dos órgãos de informação para sensibilizarem as populações a aderirem à vacinação nos diferentes postos a serem criados.

UNICEF Angola


Loading. Please wait...

Fotos popular