Pravda.ru

Mundo

Irã protesta contra sequestro de seus funcionários do consulado no Iraque

11.01.2007
 
Irã protesta contra sequestro de seus funcionários do consulado no Iraque

A embaixada iraniana no Iraque enviou  para o Ministério do Exterior iraquiano  uma carta de protesto contra a operação americana no resultado da qual os soldados americanos invadiram nesta quinta-feira o consulado do Irã na cidade de Irbil, no norte do Iraque, e prenderam cinco funcionários.

Os soldados levaram computadores e documentos, segundo a imprensa curda e autoridades locais. O canal “Al-Alam” comunicou que os funcionários do consulado foram transferidos a Bagdá .

Actualmente os representantes do Partido Democrático do Curdistão negociam a libertação dos funcionários sequestrados.

“Al-Jazeera" afirmou que as forças de segurança curdas assumiram o controle do prédio depois da saída dos militares americanos. Irbil fica no norte do Iraque, área controlada pela etnia curda, a cerca de 350 quilômetros da capital Bagdá.

Os militares americanos não comentaram a operação, que ocorre em meio à tensão entre o Irã e os Estados Unidos. O governo do presidente americano George W. Bush acusa o Irã de ter ajudado a aumentar a violência no Iraque, além de tentar desenvolver armas nucleares.

O Irã nega as acusações, afirmando que o envolvimento dos militares americanos no Oriente Médio significa perigo para toda a região

Segundo informações, o consulado iraniano foi estabelecido em 2006 como parte de um acordo com o governo regional curdo para facilitar visitas pela fronteira entre os dois países.

Em dezembro soldados americanos detiveram vários iranianos no Iraque, incluindo dois cidadãos iranianos que tinham imunidade diplomática e que foram libertados depois.

 Com BBC


Loading. Please wait...

Fotos popular