Pravda.ru

Mundo

Colômbia: Reconhecer beligerância já!

10.09.2007
 
Pages: 12

Por isso, senhores representantes dos governos do mundo, é que acreditamos que mais cedo ou mais tarde as coisas voltarão a ser chamadas por seu nome, e o insultante e absurdo adjetivo de “terroristas” com que hoje a Casa Branca e o governo de Uribe procuram nos manchar, será revertido, com toda justiça, contra os que hoje se amparam nisso para negar de maneira néscia e absurda a existência do conflito social e armado em nosso país. Nós somos uma organização político-militar levantada em armas contra a violência oficial e em busca de transformações sociais profundas que permitam o crescimento econômico, político e social de nosso povo, rumo à Nova Colômbia, à Pátria Grande e o Socialismo.

Esse caráter de força revolucionária que se perfila como opção de poder, quer dizer, de força beligerante, foi-nos reconhecido em mais de uma ocasião – e pela via dos fatos – por diferentes governos nacionais com os quais estabelecemos diálogos (os mais recentes durante o período de Andrés Pastrana, 1998-2002), assim como pelos governos dos países que desempenharam o papel de garantes ou facilitadores em tais processos. Em todo momento demonstramos cumprir de sobra com os requerimentos para que nos seja outorgado o status de Beligerância.

Somos um Exército Revolucionário com uma hierarquia de comandos estável e visível, com um projeto político revolucionário; erigimo-nos como opção de poder político e, sobretudo, temos propostas claras para empreender um processo de reconciliação entre os colombianos e reconstruir nossa pátria a partir da vontade popular.

Estamos seguros de que sua colaboração com a paz para a Colômbia será um gesto de dimensões históricas para a paz mundial.

Agradecemos de antemão sua atenção e esperamos ter exposto com clareza nossas idéias.

Recebam uma respeitosa saudação.

Atenciosamente,

Raúl Reyes

Chefe da Comissão Internacional

Montanhas da Colômbia, Setembro de 2007

Atenção: deixe sua assinatura de pessoa física ou entidade se está de acordo com os termos da Carta Aberta e quer contribuir para a Paz com Justiça Social para o povo colombiano.

Foto: Cmte. Raúl Reyes e Andrés Pastrana, ex-presidente da Colômbia

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular