Pravda.ru

Mundo

Colômbia: Continuaremos a batalha por uma grande convergência nacional!

10.03.2018
 
Colômbia: Continuaremos a batalha por uma grande convergência nacional!. 28368.jpeg

Continuaremos a batalha por uma grande convergência nacional!

Escrito por Conselho Político Nacional - Farc

"Circunstâncias amplamente conhecidas pela opinião pública sobre o processo de recuperação de nosso candidato Timo, após a cirurgia praticada no dia de ontem, unidas às já assinaladas sobre as características da contenda eleitoral, nos levaram a declinar nossa aspiração presidencial"


Hoje 8 de março saudamos as mulheres que com seu trabalho e quefazer diário, em meio a muitas dificuldades, lutam por seus direitos e fazem o máximo possível por ter um país melhor. Igualmente

DECLARAMOS QUE:

1.   - Decidimos participar no processo eleitoral em atenção ao nosso compromisso com os acordos de Havana, apesar de que o Congresso da República impedira a realização de uma reforma política-eleitoral ao regime clientelista, corrupto e mafioso que vigora no país, ao qual se acrescentou sua negativa a aprovar as 16 circunscrições especiais de paz.

 

2.   - Assumimos com toda decisão nossa aspiração de contribuir para superar todo vínculo entre violência e política, ainda que desde a firma do Acordo Final foram assassinados mais de 50 guerrilheiros ou familiares seus e mais de 250 líderes sociais.

 

3.   - Iniciamos nossa campanha apesar de que cerca de 600 ex-combatentes, hoje militantes do nosso Partido, se encontram nos cárceres sem se verem favorecidos pela Lei de Anistia. Igualmente, sem que se habilitassem as condições de financiamento, as quais foram geradas há uns poucos dias, porém com insólitas restrições por parte do Banco Agrário, que exerce uma função ilegal de auditoria preventiva e de coadministração de nossos recursos. Em aberta discriminação, nos foi negada qualquer possibilidade de financiamento legal, distinta à estatal. Tivemos que suportar, ademais, mentiras e contas fabulosas e infundadas da Promotoria sobre supostos bens com clara intenção eleitoral contra nós.

 

4.   - Nos vimos obrigados a uma suspensão temporária da campanha pela ausência de garantias e, particularmente, pelos ataques de que foi objeto nosso candidato presidencial Rodrigo Londoño, Timo, instigados por setores do Centro Democrático, os quais ameaçaram sua integridade pessoal e nos levaram a pensar que se poderia estrar forjando um magnicídio. Propusemos a todas as forças políticas e sociais a necessidade de um grande acordo político nacional para a superação definitiva de todo vínculo entre violência e política. Fatos posteriores sucedidos em outras campanhas nos deram a razão e indicam que a mencionada proposta possui plena vigência.

 

5.   -Em meio a essas condições, persistimos em nossa participação eleitoral com a firme convicção sobre a necessidade de um governo de transição de grande convergência nacional, cujos conteúdos programáticos têm sido elevados por nossa fórmula Timo - Imelda Daza.

 

6.   Circunstâncias amplamente conhecidas pela opinião pública sobre o processo de recuperação de nosso candidato Timo, após a cirurgia praticada no dia de ontem, unidas às já assinaladas sobre as características da contenda eleitoral, nos levaram a declinar nossa aspiração presidencial. A Timo e a Imelda lhes agradecemos terem aceitado nossa postulação, conhecedores ambos dos limites estruturais que têm forças alternativas para o exercício da política e da participação eleitoral.

 

7.   Manifestamos nossa disposição ao diálogo com todos os setores políticos a fim de estender pontes para tornar realidade a perspectiva de uma grande convergência nacional. Convidamos a votarem neste domingo 11 de março por nossas listas fechadas ao Senado e à Câmara marcando a rosa vermelha. As pessoas do comum contarão no congresso da República com uma bancada robusta que trabalhará sem descanso pelos propósitos da paz democrática com justiça social.

 

CONSELHO POLÍTICO NACIONAL

Bogotá, D.C., 8 de março de 2017

Tradução > Joaquim Lisboa Neto

Mundo

 


Loading. Please wait...

Fotos popular