Pravda.ru

Mundo

Taliban promete executar o jornalista italiano daqui a 7 dias

10.03.2007
 
Taliban promete executar o jornalista italiano daqui a 7 dias

O jornalista italiano Daniele Mastrogiacomo será “executado” dentro de sete dias se Roma não definir uma data para a retirada de seus 2 mil soldados do Afeganistão, declarou este sábado (10) o mulá Dadullah, um dos principais chefes dos talibãs. Numa entrevista por telefone com um jornalista afegão da agência France Presse, o mulá Dadullah também exigiu a libertação de dois porta-vozes talibãs. Um deles está preso no Afeganistão e o outro no Paquistão.

"Se nossas reivindicações não forem satisfeitas dentro de sete dias, executaremos o refém", advertiu.
Os talibãs afirmaram ter seqüestrado segunda-feira (5), na província de Helmand (sul), o enviado especial do jornal italiano "La Repubblica" ao Afeganistão, Daniele Mastrogiacomo. O jornalista está desaparecido desde domingo (4).

 Na sexta-feira (9), o embaixador italiano no Afeganistão, Ettore Sequi, negou que se tenha reivindicado ou aberto uma via de negociação sobre o seqüestro de Mastrogiacomo.

"Não recebemos exigências diretas, nem possíveis pedidos de resgate. A única sensação que temos é de que um grupo próximo aos talibãs mantém Mastrogiacomo detido", acrescentou Sequi, em declarações aos meios de comunicação nacionais.

Sequi disse que o presidente afegão, Hamid Karzai, ainda não se expressou sobre o seqüestro do jornalista e acrescentou que se mantém em contato contínuo com as autoridades afegãs e o Ministério de Exteriores. O jornal italiano "Corriere della Sera" publicou na sexta-feira uma entrevista com o porta-voz dos talibãs, Kari Mohammad Yousuf Ahmadi, que assegura que Mastrogiacomo está vivo e que não sofreu violência.

 Ahmadi afirma que o repórter do "La Repubblica" é interrogado já que "primeiro afirmou que era um jornalista e depois reconheceu que era espião".
Segundo o porta-voz, Mastrogiacomo teria reconhecido que trabalha para os serviços secretos britânicos, que o enviaram para "fazer um relatório e encontrar algum comandante mujahedin", justo "quando os britânicos começaram sua ofensiva no Afeganistão". O representante dos talibãs anunciou que em breve será divulgado um vídeo no qual o jornalista aparecerá.


Loading. Please wait...

Fotos popular