Pravda.ru

Mundo

Carta aberta ao Papa Francisco

09.09.2017
 
Carta aberta ao Papa Francisco. 27279.jpeg

Carta aberta ao Papa Francisco

Escrito por Timoleón Jiménez

 

EXCELENTÍSSIMO PADRE FRANCISCO:

 

Colômbia.

 

Sus Santidade:

 

Escrevo humildemente a Sua Eminência, em minha dupla condição de cidadão colombiano recém incorporado à vida institucional do país, e líder do novo partido político que acaba de nascer na mesma praça em que Você dirigiu suas sábias palavras aos jovens da Colômbia. Faço-o profundamente comovido por sua santa presença em minha pátria, cujo povo tem o privilégio de ouvir sua palavra de fé, esperança, alegria, amor, reconciliação e paz.

  

Ouvi um sacerdote comentar que São Francisco de Assis tinha sido entre seus seguidores o mais parecido com Jesus, e que Sua Excelência era o papa mais parecido com eles dois. Tenho seguido com atenção seus passos e suas prédicas desde a chegada a meu país e posso afirmar que essa afirmação é completamente certa. Sua palavra de luz chegou efetivamente a iluminar as trevas que por tanto tempo cobriram a vida de nossa nação. Deus o abençoe, Santo Padre.

Dirijo uma organização que deixou as armas e se reincorpora à sociedade depois de mais de meio século de guerra. Declinamos qualquer manifestação de ódio e de violência, nos anima o propósito de perdoar aos que foram nossos inimigos e tanto dano fizeram a nosso povo, cumprimos o ato de contrição indispensável para reconhecer nossos erros e pedir perdão a todos os homens e mulheres que de algum modo foram vítimas de nossa ação.

Suas reiteradas exposições acerca da misericórdia infinita de Deus me movem a suplicar seu perdão por qualquer lágrima ou dor que tenhamos ocasionado ao povo da Colômbia ou a um de seus integrantes. Nunca nos inspirou outro afã que não fora o de alcançar a esquiva justiça para os excluídos e perseguidos em nosso país que o de remediar em algo a iniquidade e o despojo sofrido pelos abandonados. Sonhamos com que Você e seu Pai saberão nos compreender.

Como Sua Excelência sabe bem, firmamos um Acordo Final com o governo da Colômbia, que permitiu chegar a seu termo o mais longo conflito armado em nosso continente. Desde o mesmo momento de sua subscrição nos empenhamos em cumprir sagradamente com cada uma de suas prescrições. Mais de uma vez encontramos a ausência de compromisso por parte de alguns funcionários do Estado, sem que por isso mude a decisão tomada por nós.

Não sei se fica bem implorar a Você que, com o magnífico poder de sua oração, elevasse sua voz e convidasse a orar também a todo o povo colombiano para que não se frustre o enorme esforço que custou instalar a Mesa de Conversações, discutir nela durante anos, vencer as tolas resistências a qualquer acordo e finalmente pactuar a terminação do conflito e a construção de uma paz estável e duradoura. Nós oramos por isso.

Problemas de saúde me impedem estar presente em seu giro, que com o lema de Demos o primeiro passo assegura um porvir mais claro para todos os colombianos. Sua palavra abençoada possui, no entanto, o dom de superar qualquer distância, o qual preenche meu espírito de satisfação. O orbe inteiro conhece de suas condenações à avareza, ao interesse pessoal acima do bem comum, à destruição da natureza pela obsessão de riqueza, à opressão contra os mais fracos.

Você tem expressado a inconformidade de Deus com o saqueio das nações ricas às mais pobres, com as invasões e guerras de despojo, com a negação à diferença e à diversidade, com a dura realidade de que a obsessão de lucro e a ganância se imponham sobre a pessoa humana e a submetam a cruéis destinos. Somos sinceramente felizes com suas revelações. Lhe agradecemos, Padre, sua defesa indeclinável da vida e da dignidade de todos os seres humanos sem exceção.

Me sinto seguro de que sua passagem pela Colômbia deixará marcas profundas em sua história. Vi como dos distintos rincões da pátria acorrem compatriotas de todas as idades e condições a ouvir sua mensagem, ovacionar sua presença e sua palavra, a aprender de sua humildade e generosidade. Vi chorar de emoção homens, mulheres e crianças que admiram seu sorriso, sua bondade e o brilho de seus olhos. Só um santo como Você pode consegui-lo.

Deus está com Você, não há dúvida. Rogamos para que doravante esteja sempre com a Colômbia. Para que seu amor reporte a paz, a reconciliação e a justiça que tanto os filhos e as filhas desta pátria desejam. Sua passagem por meu país me confirmou que algo, por fim, mudará.

 

Seu devoto admirador,

 

Rodrigo Londoño Echeverry (Timoleón Jiménez)

 

Tradução > Joaquim Lisboa Neto

 


Loading. Please wait...

Fotos popular