Pravda.ru

Mundo

Novo governo venezuelano de Chávez vai começar com estatização

09.01.2007
 
Novo governo venezuelano de Chávez vai começar com estatização

O novo Governo venezuelano começará na quarta-feira (10), para o mandato 2007-2013. O presidente venezuelano, Hugo Chávez, jurou nesta segunda-feira os novos ministros . O novo vice-presidente da República é Jorge Rodríguez, que substitui José Vicente Rangel, um dos funcionários que acompanha Chávez desde que abandonou o Exército e entrou na política.

Entre os novos ministros estão também Luis Acuña, de Educação Superior, Adán Chávez (irmão do presidente) de Educação, Rodrigo Cabezas das Finanças, David Velásquez de Participación Popular, e Erick Rodriguez da Saúde.

Chávez anuncou a criação de três novos ministérios, de Telecomunicações a cargo de Jesse Chacón, Povos Indígenas, conduzido por Niza Marina Maldonado e Escritório da Presidência, para o qual assumiu Hugo Cabezas.

Os ministros Raúl Baduel da Defesa, Rafael Ramírez de Energía e Petróleo, e Nicolás Maduro das Relações Exteriores, foram confirmados em seus cargos.

  Chávez, disse mesmo ontem que vai pedir ao Congresso a aprovação de novos poderes excepcionais que lhe permitam baixar leis. No final de 2000, o parlamento venezuelano aprovou esses poderes por um ano, na forma da chamada "Ley Habilitante", o que o mandatário pretende repetir agora. Chávez  defendeu a estatização do setor de eletricidade e da maior empresa de telecomunicações do país, a Companhia Nacional Telefonos de Venezuela (CANTV).

" Todos esses setores de uma área estratégica, como a energia elétrica, tudo aquilo que foi privatizado, nacionalize-se " , disse ele no discurso. " A CANTV, nacionalize-se. A nação deve recuperar a propriedade dos meios estratégicos de soberania, segurança e defesa. " Também afirmou, sem dar detalhes, que os processos de beneficiamento de petróleo bruto na região do rio Orinoco não podem mais ficar nas mãos de empresas estrangeiras.


Loading. Please wait...

Fotos popular