Pravda.ru

Mundo

Falta de emprego na América Latina

08.05.2006
 
Falta de emprego na América Latina

Na próxima década, a América latina terá de criar mais 120 milhões de postos de trabalho e aumentar a competitividade do sector empresarial, de acordo com um relatório da Agência de Trabalho da ONU.

Juan Somavia, Director-Geral da Agência (ILO) declarou antes da 16ª Reunião em Brasilia, que “temos de responder às aspirações dos nossos cidadãos para postos de trabalho decente porque é isso que eles exprimem em todas as eleições e é isso que eles esperam da democracia”.

A ILO declara no seu relatório “Trabalho Decente nas Américas: Uma Agenda para o Hemisfério 2006-2015” que os postos de trabalho de 23 milhões de pessoas no continente estão em risco e que mais 103 milhões de pessoas que trabalham no sector informal vivem uma situação de precariedade.

O relatório afirma também que o número de desempregados poderia chegar a 158 milhões até 2015 se não foram tomadas as medidas adequadas para gerar mais postos de emprego. Estas medidas, de acordo com o relatório da ONU, visam quatro políticas urgentes: que o crescimento económico leva a mais emprego para todos, garantir que os direitos laborais sejam respeitados, a adopção de mecanismos de protecção social e o combate à exclusão social.

Márcia MIRANDA

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular