Pravda.ru

Mundo

Bielorrússia fecha oleoduto russo que abastece Polônia e Alemanha

08.01.2007
 
Bielorrússia fecha oleoduto russo que abastece Polônia e Alemanha

Após uma longa disputa por causa do preço do gás, na noite passada a Bielorrússia cortou o abastecimento de petróleo russo ao oeste da Europa por meio do oleoduto que atravessa seu território segundo a companhia russa Transneft.

Trata-se do oleoduto «Druzhba» (Amizade), o maior do mundo, que fornece por ano cerca de 20% das 112 toneladas de petróleo bruto importadas pela Alemanha e quase todo o petróleo que o maior país da União Europeia importa da Rússia.

Um porta-voz do Ministério federal da Economia em Berlim considerou o referido oleoduto «muito relevante» para a economia germânica. A Alemanha recebe por esse condutor um quinto das importações de cru.

A medida do governo bielorusso afectou também a Polónia, como confirmou, entretanto, um porta-voz do Ministério da Economia em Varsóvia.

A administração russa acusou a gestão de Minsk de apropriar-se ilegalmente do produto. A Rússia, segundo exportador mundial de petróleo, bombeia 1,8 milhão de barris por dia por meio da linha Druzhba até o território polonês e alemão, dois quintos do total de suas vendas ao exterior.

O conflito sobre as taxas de exportação de cru surgiu depois que Moscou, na véspera do Ano Novo, resolveu duplicar o preço do gás russo que abastece Minsk.

A Comissão Européia pediu explicações tanto à Rússia como à Bielorrússia sobre esta crise, que, segundo o porta-voz de Energia, Ferrán Tarradellas, não tem conseqüência imediata uma vez que a Polônia e a Alemanha têm reservas para vários dias.

Hoje Rússia e Bielorrússia vão decidir qual será a data de negociações.


Loading. Please wait...

Fotos popular