Pravda.ru

Mundo

Mensagem de Fidel ao povo de Cuba

07.09.2006
 
Mensagem de Fidel ao povo de Cuba

Queridos compatriotas:

Há poucos dias, foram mostradas algumas imagens fílmicas e várias fotos que eu sei que agradaram imenso ao nosso povo.

Alguns opinaram, com muita razão, que estava um pouco magro, como único elemento desfavorável. Alegro-me muito que percebessem isso. Por isso, quero lhes enviar algumas fotos mais recentes e, ao mesmo tempo, lhes informar que, em poucos dias, perdi 18,6 kg . Gostaria acrescentar, que há pouco, me foi retirado o último ponto da sutura, após 34 dias de convalescença.

Nenhum dia, nem nos mais difíceis desde 26 de julho, deixei de me esforçar para reparar as conseqüências políticas adversas derivadas de tão inesperado problema de saúde. O resultado é que, para minha tranqüilidade, adiantei em várias questões importantes. Posso-lhes comunicar que o livro Cien horas con Fidel, de Ramonet, do qual revi em detalhe cada resposta minha nos dias em que fiquei doente, já quase o concluí e em breve, será publicado, conforme lhes prometi. Apesar disso, não deixei de cumprir estritamente meus deveres como paciente disciplinado.

Posso afirmar que o momento mais sério ficou atrás. Hoje estou me recuperando satisfatoriamente. Nos dias próximos, receberei visitantes distintos; isso não quer dizer que cada atividade vai ser imediatamente acompanhada de imagens fílmicas ou fotográficas, embora sempre noticiem cada uma delas.

Todos devemos compreender que não é conveniente fornecer sistematicamente informação, nem mostrar imagens sobre a recuperação de minha saúde. Todos devemos compreender, com realismo, que o tempo da recuperação completa, quer seja quer não, será longo.

Neste momento, não tenho pressa e ninguém deve tê-la. O país vai bem e para frente.

Hoje foi a inauguração do ano letivo com mais estudantes e perspectivas que em qualquer outro momento para o nosso país. Que acontecimento mais maravilhoso!

Somente está me faltando um detalhe: pedir a cada compatriota honesto, que juntos constituem a maioria do povo, não culpar ninguém pela discrição que, em prol da segurança da nossa Pátria e da nossa Revolução, roguei a todos.

Muito obrigado!

Fidel Castro

4 de Setembro de 2006


Loading. Please wait...

Fotos popular