Pravda.ru

Mundo

A Europa está a combater a pornografia infantil na Internet

07.06.2006
 
A Europa está a combater a pornografia infantil na Internet

A Europol deteve 67 presumíveis utilizadores de pornografia infantil na Internet, no âmbito de uma operação em vários países. Segundo a Direção Geral da Polícia espanhola, o maior número de detenções aconteceu em território francês, 38, enquanto na Espanha foram detidas dez pessoas; na Eslováquia, nove; na Bélgica, sete; e na Holanda, três.

A polícia espanhola disse que todos os detidos na Operação Baleno têm amplos conhecimentos informáticos e elevado nível cultural, havendo entre os detidos vários professores universitários. Os detidos obtinham arquivos de pornografia infantil por meio de um complicado sistema de download, que incluía a utilização de vários programas e sistemas de encriptação para ocultar os dados e despistar ações de rastreamento.

"Não se trata de condutas triviais e irrelevantes, mas de sujeitos que se dedicam a essas atividades e que por isso incorrem em responsabilidades penais", disse a polícia através do comunicado. "Cada vez que a imagem de um menor sendo abusado ou explorado sexualmente é reproduzida na internet ocorre a perpetuação do abuso", afirmou.

A polícia espanhola levou a cabo duas acções paralelas contra a pornografia infantil, detendo outras 10 pessoas em várias regiões do país. Na chamada operação “Trigger”, a polícia deve quatro espanhóis que faziam o intercâmbio de materiais em salas de chat e IRC. Eles também trocavam arquivos com outros 57 utilizadores em 28 países , segundo a investigação. Na outra operação, denominada “Iceberg”, os agentes, depois de uma informação da polícia finlandesa sobre um grupo de pedófilos que trocava arquivos de pornografia infantil, revistaram nove residências e detiveram seis pessoas nas regiões da Catalunha, Valência e Múrcia.

As informações obtidas serão enviadas para os países de origem destes usuários para facilitar as investigações locais contra redes de pedofilia na internet.


Loading. Please wait...

Fotos popular