Pravda.ru

Mundo

Desastre humanitário em Myanmar - Últimas

07.05.2008
 
Desastre humanitário em Myanmar - Últimas

Os funcionários da ONU na quarta-feira declararam o delta de Irrawaddy do Myanmar uma "catástrofe" - cadáveres foram vistosa flutuar por águas inundadas e problemas logísticos enormes impedem os esforços humanitários. Declara a televisão em Myanmar, anteriormente conhecido como Birmânia, que talvez até 100.000 pessoas perderam suas vidas no ciclone.

"Basicamente a região inteira do delta inferior está sob água," disse Richard Horsey, porta-voz do Gabinete para Coordenação de Apoio Humanitário da ONU em Banguecoque.

Declara a televisão em Myanmar, anteriormente conhecido como Birmânia, que talvez até 100.000 pessoas perderam suas vidas no ciclone pois há dezenas de milhares de desaparecidas. Ciclone Nargis tinha ventos de 120 milhas por hora (200 kmh) que deixaram um milhão de pessoas desabrigadas e com recursos limitados para manterem a sua vida diária. Os ciclones, também conhecidos como furacões, são rodas gigantes em áreas de pressão baixa.

A devastação é inacreditável. O litoral inteiro foi sacudido novamente pela tempestade devido aos marés de tempestade com ondas de 4 metros – as ondas revelaram-se mais mortíferas que a tempestade em si.

Chuvas torrenciais continuaram durante algum tempo a devastar a área, forçando os sobreviventes a protegerem-se sob lonas tentando de salvar qualquer alimento disponível. Os residentes também procuravam abrigo entre vias férreas para escapar das águas. As vítimas foram cortadas do resto do mundo – só com barcos e helicópteros se poder-se-ia alcançar a área.

A televisão estatal na quarta-feira citou o oficial de Yangon General Tha Aye, que tentava tranquilizar as pessoas, dizendo que a situação "retornava ao normal" em certas áreas de estado de Karen que foram devastadas pelo ciclone. A TV mostrou-o a agradecer aos voluntários na sua visita à aldeia de Naungbo, fora de Yangon, onde a população local cortava árvores e tentava limpar as estradas.

Aldeias inteiras foram obliteradas. Água potável e estoques da comunidade internacional têm estado a entrar, mas as necessidades são massivas por causa da imensa devastação. Alimentos, tendas e água são as necessidades primárias humanitárias imediatas. Os trabalhadores de ajuda podiam começar a distribuição de estoques essenciais de alívio na região, incluindo comprimidos de purificação de água, mosquiteiros, lençóis de plástico e estoques de medicamentos básicos

Lisa KARPOVA

PRAVDA.Ru

EUA/CANADÁ


Loading. Please wait...

Fotos popular