Pravda.ru

Mundo

Vietnã: Morre herói da resistência e independência, general Giap

06.10.2013
 
Vietnã: Morre herói da resistência e independência, general Giap. 18958.jpeg

Vietnã: Morre herói da resistência e independência, general Giap

 

O general legendário e herói do Vietnã, Vo Nguyen Giap voltou, em 1994, ao local da sua vitória decisiva contra as tropas coloniais francesas, Dien Bien Phu. (National Geographic)

 

Vo Nguyen Giap, herói militar da independência do Vietnã e artífice da derrota dos franceses e dos estadunidenses, morreu na manhã desta sexta-feira (4) aos 102 anos de idade, informaram fontes governamentais e militares. O general filiou-se ao Partido Comunista em 1931 e foi preso por participar de protestos contra o controle francês do país; mais tarde, liderou as tropas na vitória da independência e na guerra contra os Estados Unidos.

"O general Giap foi um herói da humanidade. Com seu talento de estrategista militar e dirigente comunista, deixou inigualável exemplo como condutor da luta anticolonialista e anti-imperialista", disse José Reinaldo Carvalho, secretário nacional de Comunicação do PCdoB.

"O povo vietnamita e todos os povos do mundo continuarão inspirando-se em seus ensinamentos nas lutas do presente, sob novas condições, pelo reforço da independência nacional e pelo socialismo", continuou.

Em 2008, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitou o general na capital, Hanói, quando disse: "Os vietnamitas podem ficar orgulhosos de ser o povo que derrotou os franceses e os norte-americanos no mesmo século. Isso revela muito sobre a natureza do povo vietnamita e sua grande resistência", acrescentou.

O general Giap já estava internado em um hospital militar na capital vietnamita quanto comemorou o seu centenário, em 2011.

Histórico de resistência e vitórias

Giap formou-se na Universidade de Hanói, em Economia Política e Direito. Depois disso, ensinou História e trabalhou como jornalista até que foi detido, em 1930, por apoiar greves estudantis na Indochina dominada pelo colonialismo francês.

<br>

Em 1938, a França baniu o comunismo no território, então chamado Indochina, e Giap fugiu para a China. Lá, aliou-se a Ho Chi Minh, o futuro líder do Vietnã do Norte, enquanto sua irmã foi presa e executada no país; sua esposa, a socialista Nguyen Thi Quang Thai, também foi detida e acabou morrendo na prisão. Estes são episódios que pesquisadores próximos ao general dizem ter abastecido a sua revolta contra o poder colonial.

Em setembro de 1945, Ho Chi Minh proclamou a República Democrática do Vietnã e nomeou Giap como seu ministro do Interior. Entretanto, o governo durou pouco, já que a França retomou o controle e voltou a ocupar o território. Giap conseguiu apoio da China de Mao Tse-Tung para treinar e equipar melhor as suas tropas, que começaram a afastar as forças francesas das zonas rurais do norte.

Em 1954, a vitória de Dien Bien Phu terminou efetivamente a 1ª Guerra da Indochina, e o resultado dos acordos de paz foi uma divisão do país, com Ho Chi Minh governando a República Democrática do Vietnã (do norte), comunista.

No novo governo, Giap serviu como ministro da Defesa e comandante-em-chefe do Exército Popular do Vietnã. A partir da escalada do conflito com o Vietnã do Sul, apoiado pelos Estados Unidos, na Guerra do Vietnã, Giap liderou a estratégia e o comando militares, misturando táticas de guerrilha com ataques convencionais, aliados à Frente Nacional de Libertação do Vietnã (FNL).

 

             

Seus objetivos eram militares, mas também políticos: desejava que a ofensiva impulsionasse um levante no Vietnã do Sul e mostrasse que as alegações dos EUA sobre o progresso da guerra a seu favor estavam erradas.

Em 1968, após a bem-sucedida Ofensiva de Tet, as conversações de paz foram iniciadas e os Estados Unidos retiraram-se da guerra em 1973. Giap continuou no comando das tropas norte-vietnamitas quando o país conduziu uma campanha que finalmente capturou a capital do Vietnã do Sul, Saigon, em 1975.

A vitória e a expulsão das tropas estadunidenses possibilitou a reunificação do país sob o governo comunista, com Giap como ministro da Defesa e, posteriormente, vice-primeiro-ministro, em 1976. Giap entrou para a história como um grande líder militar e político, de estratégias de resistência e combate anticolonial e anti-imperialista que definiram a reunificação da nação vietnamita, como República Socialista do Vietnã.

 

Da Redação do Vermelho

http://www.iranews.com.br/noticia/10913/vietna-morre-heroi-da-resistencia-e-independencia-general-giap

 


Loading. Please wait...

Fotos popular