Pravda.ru

Mundo

Não à Guerra por Petróleo na América Latina

06.03.2008
 
Não à Guerra por Petróleo na América Latina

Total solidariedade aos Governos de Rafael Correa, de Hugo Chávez, as FARC-EP e ao ELN - Os fatos hoje demonstram claramente que o que ocorreu não foi um combate e sim um massacre. Não houve enfrentamentos e muito menos perseguição aos combatentes da FARC-EP.

É com profundo sentimento de solidariedade militante que o Movimento Revolucionário Nacionalista – Círculos Bolivarianos manifesta seu pesar pelo assassinato do Camarada e Compatriota Raúl Reyes e dos insurgentes da FARC-EP que foram massacrados covardemente em território equatoriano quando articulavam a implementação dos acordos humanitários.

Os fatos hoje demonstram claramente que o que ocorreu não foi um combate e sim um massacre. Não houve enfrentamentos e muito menos perseguição aos combatentes da FARC-EP. O que ocorreu foi uma violação da soberania do território equatoriano com bombardeios e desembarque de tropas. Apenas dois combatentes que estavam de vigília não foram mortos dormindo. Muitos dos que não foram mortos pelo bombardeio foram assassinados covardemente com tiros nas costas.

Hoje o Governo fascista e genocida de Uribe é apenas uma marionete da política do Sr Bush que deseja o controle dos campos de Petróleo de nossa América. Não podemos nos enganar, se houver um conflito em nosso continente será apenas mais uma batalha na guerra por petróleo implementada pelo imperialismo estadunidense em todo o mundo.

A Colômbia precisa urgentemente de uma saída política para o conflito social e armado para que seu povo possa escolher livremente seu governante e garantir uma unidade na região para que as riquezas de nosso povos, principalmente o petróleo, sejam utilizadas para construir um desenvolvimento voltado para as maiorias em nossos países. Essa é a angustia do Estados Unidos e do Governo de Uribe e o motivo pelo qual rufam os tambores de guerra do imperialismo e seus lacaios na América do Sul.

Diante dessa realidade o MO.RE.NA – Círculos Bolivarianos manifesta sua total solidariedade militante aos Governos de Rafael Correa do Equador e de Hugo Chávez da Venezuela, assim como as organizações políticas e sociais da insurgência Colombiana.

Conclamamos a todas as organizações sociais e políticas do campo antiimperialista, popular e classista do Brasil a enfrentarem - através de seus jornais, revistas, panfletos, páginas na Internet, manifestações de rua, cartas aos jornais e revistas - a violenta campanha de difamação e desinformação dos grandes meios de comunicação vinculados ao imperialismo estadunidense que querem a guerra e não a paz em nosso continente.

Duzentos anos atrás Bolívar, em sua luta contra o poder imperialista espanhol e contra as injustiças de seu momento histórico, "profetizava" sobre o papel dos EUA: "los Estados Unidos parecen, estar destinados por la providencia, a plagar nuestra América de miserias".

O assassinato bárbaro e covarde desses combatentes do povo latino-americano é apenas mais um capitulo heróico da resistência de nossos povos a ganância imperialista por nossas riquezas e por nossa liberdade. Esses homens e mulheres serão como Bolívar: um exemplo para as gerações futuras de combatentes pela libertação nacional e social de nosso continente.

O momento é de unidade e solidariedade entre os povos de nossa América!

Pela vida e pela paz, não a Guerra por Petróleo!

Vivem mais, os que morrem lutando!

Viva a Revolução Bolivariana na América Latina e no Caribe!

Revolucionariamente, saudações bolivarianas.

Coordenação Nacional do Movimento Revolucionário Nacionalista – Círculos Bolivarianos

BRASIL, 06 de março de 2008


Loading. Please wait...

Fotos popular