Pravda.ru

Mundo

EUA dispostos a negociar com Coréia do Norte

05.09.2006
 
EUA dispostos a negociar com Coréia do Norte

Os Estados Unidos estão dispostos a iniciar os encontros bilaterais com Coréia do Norte à condição de Pyongyang voltar ao formato de conversações a “seis “, declarou o enviado especial dos EUA para a península coreana, Christopher Hill, que se encontra no Japão no início de uma turnê asiática que vai levá-lo a Pequim e a Seul, informa Ria-Novosti

 As conversações entre seis países sobre os programas nucleares de Pyongyang foram paralisadas no fim de 2005 devido a uma sanção dos Estados Unidos contra empresas que Washington suspeitava estarem ajudando Pyongyang a promover atividades ilícitas. A Coréia do Norte nega tais atividades.

Mas segundo Hill "A DPRK (Coréia do Norte) não indicou nenhum interesse no momento em retomar o processo" .
"Não temos novas propostas. Não temos incentivos, pacotes nem nada assim", disse a jornalistas em um hotel de Tóquio. "Tudo o que temos é um acordo de setembro que agora, infelizmente, já fez um ano".

Ele se referia a um acordo com o governo de Pyongyang para encerrar suas ambições nucleares em troca de ajuda econômica, garantia de segurança e maior reconhecimento diplomático.


Hill negou ter dados concretos sobre as notícias das últimas semanas, de que a Coréia do Norte estaria preparando um teste nuclear subterrâneo. Ele também disse não saber se o líder norte-coreano, Kim Jong-Il, deve fazer uma viagem à China.


Após sua visita ao Japão, Hill vai à China e à Coréia do Sul, numa ofensiva diplomática destinada a desbloquear o processo de diálogo em torno da Coréia do Norte e seus programas bélicos.


Ria-Novosti



Loading. Please wait...

Fotos popular