Pravda.ru

Mundo

Febre aftosa volta ao Reino Unido

05.08.2007
 
Febre aftosa volta ao Reino Unido

O Governo do Reino Unido informou na sexta-feira (03) que uma análise por febre aftosa acusou positivo para o gado de uma fazenda em Surrey.

A variedade do vírus descoberta é muito semelhante à utilizada em um Laboratório de investigação privado em Pirbright, financiado pelo governo , situado a pocos quilometros da fazenda, infirmou  ontem (04)o Ministério do Meio Ambiente. 

Essa cepa, chamada 01 BFS67 se usa para a produ ção das vacinas co ntra a febre aftosa.

A descoberta de um foco de febre aftosa provocou reacções rápidas em vários países europeus e até no Japão.
No Reino Unido, para além das medidas de protecção de carácter nacional, foram suspensas as exportações de animais vivos (bovinos, ovinos, caprinos e suínos) assim como de produtos derivados (carne e leite). Está também proibida a movimentação de gado bovino, caprino, ovino e suínos em toda a Grã-Bretanha.

 As autoridades sanitárias já ordenaram o abate e a incineração do gado na propriedade em causa, conforme está previsto na lei. Debbie Reynolds, chefe do sector veterinário do Reino Unido, admitia ontem "alguns indícios" de casos potenciais de contaminação, entre os quais uns são "negativos" e outros "estão a ser examinados".

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown - que tinha acabado de entrar em gozo de férias em Dorset (sudoeste da Inglaterra) - participou por telefone numa reunião da comissão Cobra (gabinete de crise) e já regressou a Londres.

A febre aftosa é uma doença altamente contagiosa que é contraída por animais. Até hoje, foram raríssimos os casos registados em seres humanos. Os especialistas dizem não haver risco de ingestão de carne e leite de animais infectados. O sacrifício dos animais doentes é exigido para evitar o contágio entre eles. Os países atingidos pela doença sofrem restrições no comércio internacional de carnes.


Loading. Please wait...

Fotos popular