Pravda.ru

Mundo

Nancy Pelosi eleita nova líder da maioria do Senado dos EUA

05.01.2007
 
Nancy Pelosi eleita nova líder da maioria do Senado dos EUA

A figura número um da quinta-feira , Nancy Pelosi, se tornou a primeira mulher a presidir a Câmara dos Deputados dos Estados Unidos . Os deputados seguiram a orientação das suas lideranças, e Pelosi foi eleita por 233-202 votos, comunica Reuters. Líder da então minoria democrata nos últimos quatro anos, ela é a mulher que mais alto chegou na história do país -- é a segunda na linha de sucessão do presidente Bush, atrás apenas do vice Dick Cheney.

"Este é um momento histórico para o Congresso e para as mulheres deste país", disse Pelosi, triunfal, após assumir a presidência. "É um momento pelo qual esperamos por mais de 200 anos".

Num momento em que Bush se prepara para anunciar a nova estratégia para o Iraque, os democratas - que se opõem ao envio de mais soldados - já disseram querer ouvir a secretária de Estado, Condoleezza Rice, e o secretário da Defesa, Robert Gates, sobre o assunto.

Além do Iraque, apontado como principal causa da derrota republicana em Novembro, os democratas estabeleceram uma agenda apertada para as primeiras cem horas da nova legislatura. Esta foi apresentada por Harry Reid numa conferência que antecedeu a tomada de posse do novo Congresso. O novo líder na maioria no Senado explicou que a reforma da relação entre lobbyistas e congressistas começarão a ser debatido já hoje.

 O aumento do salário mínimo, congelado desde 1997, a reforma da segurança social, a aplicação das recomendações da comissão do 11 de Setembro em termos de luta contra o terrorismo e o financiamento da investigação em células estaminais serão outras questões a discutir nos próximos dias.

Os democratas pretendem aprovar o maior número possível de propostas até 18 de Janeiro, cinco dias antes do discurso de Bush sobre o estado da União. Para tal terão de ultrapassar as divisões internas e a vantagem de apenas dois votos que detêm no Senado.

Confrontado pela primeira vez a um Congresso hostil, Bush lançou, na quarta-feira, um apelo à cooperação. Com dois anos de mandato pela frente, o Presidente terá de trabalhar com a maioria democrata se não quiser ver as suas propostas bloqueadas, apesar de continuar a ter no poder de veto uma arma poderosa.


Loading. Please wait...

Fotos popular