Pravda.ru

Mundo

Quénia: 100.000 pessoas precisam de apoio de emergência

04.01.2008
 
Quénia: 100.000 pessoas precisam de apoio de emergência

 100.000 pessoas precisam de ajuda humanitária urgente na sequência da violência étnica durante esta semana, após o processo eleitoral, que causou cerca de 300 mortos.

John Holmes, Vice-Secretário-Geral da ONU para Assuntos Humanitários e Coordenador de Ajuda de Emergência, declarou hoje que “As agências humanitárias da ONU no Quénia estão a preparar-se para fazer tudo que for necessário para ajudar pessoas deslocadas e necessitadas nesta altura difícil”.

Exortou todos os líderes políticos no país a reconhecer o facto que “têm uma responsabilidade de proteger as vidas das pessoas inocentes, sejam quais forem suas raças, origem religioso ou étnico, e garantir que o ajuda chegue a aqueles que mais precisam”.


Aumentou em flecha violência sexual, enquanto o Programa Alimentar Mundial estima que 100.000 pessoas precisarão de legumes e óleo durante o próximo mês, principalmente no Vale de Rift. O Governo do Quénia disponibilizou 1.800 toneladas métricas de cereais, suficientes para 120.000 pessoas durante um mês.


A ONU estima que cerca de 70.000 a 80.000 pessoas foram deslocadas pela violência no Vale de Rift, além de dezenas de milhares de pessoas que foram forçados a fugir das suas casas nos bairros a volta de Nairobi. Há reportagens de centenas de refugiados a atravessarem a fronteira para Uganda.


Já há sinais de alarme. Anna Tibaijuka, Directora Geral da Missão da ONU em Nairobi, declarou que “Milhares de pessoas estão deslocadas e em risco. É fundamental garantir o fornecimento de comida, água, combustível e medicamentos, que estão escassos em muitas áreas com grandes populações”.


Timofei BYELO

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular