Pravda.ru

Mundo

Familiares de vítimas do 11/9 criticam resgate de restos mortais

03.11.2006
 
Familiares de vítimas do 11/9 criticam resgate de restos mortais

Os restos mortais de uma comissária de bordo e de um passageiro do primeiro avião a atingir World Trade Center (WTC) no ataque de 11 de setembro de 2001 foram identificados em Nova York.

O departamento de médicos-legistas de Nova York divulgou em um comunicado que identificou restos de Karen Ann Martin, a comissária de bordo-chefe, 40 anos, do vôo 11 da American Airlines, que se chocou contra a torre norte do WTC. Os restos mortais de Douglas Joel Stone, 54 anos, passageiro no mesmo vôo, também foram identificados.

Restos de mais de 200 pessoas foram encontrados há 15 dias.

Depois do descobrimento de restos humanos durante as obras de reconstrução do World Trade Center (WTC) os familiares de vítimas dos atentados de 11 de setembro de 2001 denunciaram na Zona Zero de Nova York a maneira como as autoridades da cidade realizaram a busca de restos humanos e exigiram a intervenção do JPAC, o laboratório do exército especializado em identificar soldados falecidos em guerras.

"Estou escandalizada de estarmos aqui cinco anos mais tarde, e que encontremos restos cinco anos mais tarde", disse Sally Rengenhard, mãe de uma vítima, ante dezenas de manifestantes. "Estou escandalizada pela arrogância da cidade que rejeitou toda ajuda externa".


Loading. Please wait...

Fotos popular