Pravda.ru

Mundo

Chega ao fim a missão dos coreanos em Afeganistão

03.08.2007
 
Chega ao fim a missão dos coreanos em Afeganistão

A missão humanitária de missionários coreanos em Afeganistão chega ao fim, diz o representante da comunidade protestante sul-coreana.

Os 23 sul-coreanos, membros da Igreja présbiteriana Saem-Mul, foram raptados a 19 de Julho quando viajavam num autocarro privado entre Cabul e Kandahar, numa das zonas mais perigosas do Afeganistão. Oficialmente, estes evangelistas cristãos sul-coreanos estavam em «missão humanitária».

Guerrilheiros talibãs tendo já matado dois deles, ameaçaram matar os outros reféns, se os militares sul-coreanos não abandonassem o Afeganistão e os rebeldes presos pelo Governo de Cabul libertados.

O ministro sul-coreano dos Negócios Estrangeiros, Song Min-soon, e o secretário de Estado adjunto dos EUA, John Negroponte, discutiram em Manila a questão dos reféns, durante um encontro à margem de uma conferência sobre segurança asiática a decorrer na capital das Filipinas, disse à imprensa um alto funcionário do Ministério sul-coreano dos Negócios Estrangeiros.

«As duas partes rejeitaram a possibilidade de operações militares e colocaram como prioridade absoluta a resolução do problema em segurança, para tanto mobilizando todos os meios», disse Song, após o encontro, segundo o relato do porta-voz sul-coreano. «Os Estados Unidos não estão a preparar operações militares de resgate», informou.

Tradução Dério Nunes


Loading. Please wait...

Fotos popular