Pravda.ru

Mundo

Intelectuais dos EUA querem cobertura crítica sobre os computadores das Farc

03.06.2008
 
Intelectuais dos EUA querem cobertura crítica sobre os computadores das Farc

Perto da divulgação do informe da Organização dos Estados Americanos (OEA) sobre os computadores apreendidos no acampamento das Farc no Equador, intelectuais estadunidenses pedem à imprensa que seja mais crítica quanto à cobertura do fato.

A carta ressalta que versões divulgadas pela mídia como a doação de 300 milhões ou bilhões do governo venezuelano às Farc já foram desmentidas pelo próprio secretário geral da OEA, José Miguel Insulza. O secretário afirmou em depoimento não ter informações sobre a suposta doação, uma vez que a única informação proveniente do conteúdo dos computadores é o número 300, que, não necessariamente, significa dinheiro e muito menos doação.

“Dada a delicadeza [da situação] e as potenciais implicações para a paz no hemisfério, é de vital importância que os meios de comunicação sejam mais críticos do que têm sido até a presente data com sua própria cobertura. Qualquer cobertura imparcial do próximo pronunciamento da interpol deixará claro que a autenticidade dos computadores portáteis não implica a validação das interpretações colombianas do seu conteúdo, e deveria tomar em conta tanto a análise independente dos documentos quanto a declaração do Secretário Geral da OEA”, conclui a carta, assinada por mais de dez intelectuais estadunidenses.

http://www.piratininga.org.br


Loading. Please wait...

Fotos popular