Pravda.ru

Mundo

China anseia reforçar o relacionamento com a ALADI

03.04.2007
 
China anseia reforçar o relacionamento com a ALADI

O Embaixador da República Popular China, Wang Xiaoyuan faz parte do Comité de Representantes da ALADI a partir da quarta 28 de março de 2007 como representante do seu país sendo que é observador perante ALADI de 1994 para frente.

O Presidente do Comité de Representantes nessa sessão solene ( o titular é o Embaixador Gonzalo Rodríguez Gigena ) Embaixador Marcelo Janko na hora da bemvinda salientou o desempenho profissional do Emb. Wang Xiaoyuan tendo aprimorado sua carreira diplomática a cada degrau andado sempre perto de nossa região como representante das relações internacionais da China.

Por enquanto os números que reflete o comércio dos países da ALADI com a China tiveram um aumento incrível nos últimos anos das estadísticas. As exportações com destino á China pularam de 2 mil milhões de dólares no 1995 para 18 milhões no 2005 com crescimento médio de 23% / ano.

Aliás as importações da China pularam ainda mais !!

De 2 mil milhões de dólares para 34 milhões no 2005 com crescimento médio de 30% / ano.

O Secretário Geral da ALADI, Dr. Didier Opertti Badán deu a bemvinda para o novo representante salientando a importancia da China como país observador confirmando quanto tem evoluido os laços dos países integrantes com esse país, avaliado pelos números do comércio e investimentos, valorizando o “approach” feito com a ALADI marcando o interesse da China pela região.

No decorrer da cerimónia de bemvinda, o EmbaixadorWang Xiaoyuan confirmou a importancia que seu país atribui para ALADI e sua gestão, acrescentando que a China vem progredindo numa média de 9% anual tendo desenvolvido un relacionamento ótimo com o mundo todo resaltando que o comércio da China com os países latino-americanos aumentou 40% no decorrer do último ano.

Neste proceso de abertura e mudanças, a China está na procura duma troca de experiências com outros países ficando de olho com especial énfase no relacionamento com a ALADI, remarcou o diplomata chinês.

No 1994 a China foi o primeiro dos países da Ásia em ter concretizado esse objetivo de pertencer á ALADI como país observador, do jeito que acontece com países européios, da América Central e Caribe.

CORRESPONDENTE PRAVDA.RU

Gustavo Espiñeira

Montevidéu – Uruguai

Loading. Please wait...

Fotos popular