Pravda.ru

Mundo

Mau sinal : faixa presidencial mexicana quase caiu no chão

02.12.2006
 
Mau sinal : faixa presidencial mexicana quase caiu no chão

Felipe Calderon , o novo presidente do México assumiu ontem o cargo no Congresso, onde os deputados e senadores de Esquerda e de Direita enfrentaram-se a a murro . Calderón, do conservador Partido Ação Nacional (PAN), entrou na sede do Congresso por uma porta dos fundos, a única que era controlada por seus partidários, e apareceu repentinamente na tribuna, onde parlamentares brigavam havia três dias, inclusive fisicamente, para controlá-la.


Calderón tentou falar, mas isso foi impossível, devido ao barulho na sala. Enquanto os seus apoiantes ocupavam a tribuna onde ele se encontrava, os deputados da oposição boicotaram a cerimónia, mantendo os protestos mesmo durante o hino nacional. Dignatários estrangeiros - entre eles o ex-presidente americano George H. W. Bush, e o presidente colombiano, Álvaro Uribe - estavam nas galerias observando a cena
O tumulto foi provocado pelos deputados do Partido da Revolução Democrática (PRD, de esquerda), os quais apoiam o candidato derrotado nas eleições de 2 de Julho, López Obrador. A esquerda reclama que houve fraude.

Após o primeiro anúncio da vitória do candidato conservador (proposto pelo Partido de Acção Nacional, PAN, a que também pertence Fox), houve recontagem de votos que confirmou Calderón na presidência, mas desta vez por diferença mínima em relação a Obrador, apenas 0,56 pontos percentuais.

Um episódio caricato quase poderia ser o reflexo da tensão actual. Nestas imagens o presidente cessante, o conservador Vincent Fox, entrega a um militar a faixa presidencial que quase cai no chão. Este acto cerimonial decorreu ontem à meia-noite na residência oficial do chefe de Estado.

 
Enquanto Calderon prestava juramento, nas ruas da capital, uma manifestação de dezenas de milhar de partidários do candidato de Esquerda, Andres Manuel Lopez Obrador, jurava continuar a luta .

 O forte dispositivo de segurança, de pelo menos 7 mil polícias, evitou cenas de violência nas ruas da capital. Para a oposição, Calderón é um "usurpador". O líder da esquerda explicou que o objectivo da manifestação era o de contestar "a fraude eleitoral" de 2 de Julho: "Violaram a Constituição, espezinharam a dignidade dos mexicanos, não respeitaram a vontade do povo, impuseram um golpe de Estado, gerando a instabilidade política", disse Obrador.

Na cerimónia de juramento, o Presidente mexicano fez um apelo ao respeito pela constituição: "Entrámos numa nova etapa e o interesse nacional deve estar acima das nossas divergências", disse Calderón. Após ceremônia Calderon imediatamente fez prestar juramento os ministros do bloco de força. O novo governo já está formado e acomoda as diversas sensibilidades do PAN, entre as tendências muito conservadoras e as liberais. A figura mais conhecida no exterior será Agustin Carstens, que já foi director do Fundo Monetário Internacional (FMI), e que recebe a pasta das finanças .


Loading. Please wait...

Fotos popular