Pravda.ru

Mundo

Qana: Irão quer que responsáveis sejam castigados

02.08.2006
 
Qana: Irão quer que responsáveis sejam castigados

O MRE iraniano, Manouchehr Mottaki, descreveu o massacre de Qana como “genocídio” de 51 civis libaneses, incluindo 34 crianças, quando jactos militares abriram fogo contra um edifício de três andares onde os civis se abrigavam no Domingo a noite.

“Seguindo a luz verde que Israel recebeu dos EUA na conferêcia de Roma sobre o conflito Líbano-Israel, o regime sionista cometeu outro crime horrível em Qana, massacrando dezenas de crianças inocentes, que demonstra a sua natureza terrorista mais do que nunca,” declarou o Ministro das relações Exteriores do Irão.

“O acto de terrorismo em Qana indica até onde4 a inimizade da entidade sionista contra a humanidade pode chegar, reminiscente da tragédia que cometeu em Qana em 1995, Sabra e Shatila (1982) e outros lugares no Líbano e em Palestina nos últimos 50 anos,”acrescentou.

O ministro culpabiliza Washington e “outros apoiantes” do regime sionista, proporcionando responsabilidade pelos “crimes de guerra de Israel” e pediu ao CS da ONU uma reunião de emergência para investigar “as dimensões horríficas dos crimes de guerra israelitas,” exigindo um cessar-fogo imediato e que os responsáveis pelos crimes de guerra sejam trazidos à justiça.

Timothy BANCROFT-HINCHEY

PRAVDA.Ru

Loading. Please wait...

Fotos popular