Pravda.ru

Mundo

Mais um massacre norte-americano em Bagdade

02.07.2006
 
Mais um massacre norte-americano em Bagdade

Se chacinar civis é ganhar corações e mentes, parece que Rumsfeld tem uma estratégia perfeita para garantir um definitivo divórcio de Washington da alma da comunidade internacional durante muitas décadas no futuro. Ou será que simplesmente, o Pentágono perdeu controlo das suas forças?

Quantos Ministros da Defesa num país europeu ainda estariam no seu posto depois de inúmeros massacres e casos de tortura perpetrados pelas suas forças armadas? Nenhum. Mas como Donald Rumsfeld ainda está no seu lugar – não aparece muito em público, é claro – desafia a lógica.

O último episódio de uma longa sequência de barbaridades perpetrado por esse bando de escumalha chamado as Forças Armadas dos Estados Unidos da América foi a violação na semana passada (23 de Junho) de uma rapariga em Mahmudiyah, 30 km. ao sul de Bagdade, antes de ela ser assassinada juntamente com três membros da sua família.

O exército norte-americano confirmou o lançamento de mais um inquérito sobre o acontecido, que envolveu cinco soldados, um dos quais já admitiu o que aconteceu.

Como se não bastasse uma guerra ilegal sem qualquer fundamento, sem qualquer ligação aos eventos de 9/11, sem qualquer pretexto legal, que quebra a Carta da ONU, que quebra as Convenções de Genebra, que quebra as normas na lei e convenções internacionais, que constitui um crime de guerra, que envolveu o assassínio de milhares de pessoas, temos casos de tortura e chacina amiúde.

Quando é que as legiões de Baal voltam para as portas do Inferno de onde saíram?

Timothy BANCROFT-HINCHEY

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular