Pravda.ru

Mundo

Kofi Annan e Romano Prodi dizem Israel aceitar retirar do Líbano

01.09.2006
 
Kofi Annan e Romano Prodi dizem Israel aceitar retirar do Líbano

Kofi Annan diz que Israel aceita retirar totalmente do Líbano, assim que estiverem no terreno 5 mil capacetes azuis e 16 mil soldados libaneses. Este parece ser o primeiro compromisso retirado das reuniões de quarta-feira, entre o secretário-geral das Nações Unidas e o Governo israelita. 


Já numa entrevista à rádio francesa Europe 1, Kofi Annan confirmou que Israel aceita retirar do Líbano, assim que estiverem no terreno cinco mil capacetes azuis e 16 mil soldados libaneses. Annan diz esperar que isso aconteça num prazo máximo de dez dias.


Romano Prodi , o primeiro –ministro italhano confirma a informação de Annan. “ O vice-primeiro-ministro israelense, Shimon Peres, disse à Itália que Israel vai começar a retirar suas tropas do sul do Líbano quando 5.000 soldados da ONU tiverem chegado ao país, disse ontem Romano Prodi a jornalistas após se reunir com Peres em Roma.

Peres estava ao lado de Prodi na entrevista coletiva, mas não se manifestou sobre a informação. Mais tarde, seu gabinete divulgou nota confirmando que "as tropas israelenses vão se retirar se as tropas da ONU se instalarem em cada local que garanta a implementação da resolução 1701 do Conselho de Segurança".



Loading. Please wait...

Fotos popular