Pravda.ru

Desporto

Bolívia quer apoio latinoamericano para rever o veto da Fifa

30.05.2007
 
Bolívia quer apoio latinoamericano para rever o veto da Fifa

A Bolívia espera contar com apoio da Colômbia, Peru, Chile e Venezuela para rever o veto da Fifa aos estádios situados acima dos 2.500 metros de altitude. Os meios de comunicação bolivianos iniciaram uma campanha para enviar um milhão de cartas de protesto à Fifa, de acordo com Folha de São Paulo.

O presidente Evo Morales chamou seus colegas latino-americanos "a apostar juntos na unidade não só política ou administrativa dos povos, mas fundamentalmente esportiva" e organizou grupos para defender La Paz, situada a 3.577 m de altitude, como sede oficial dos jogos de futebol.

Com o lema "não é possível que o esporte possa dividir a América do Sul", Morales convocou uma reunião no dia 6 de junho com governadores e prefeitos sul-americanos para discutir um plano que faça com que a Fifa reverta sua decisão.

"De maneira preliminar, tomamos um primeiro contato com nossos colegas de Cuzco, Calama, Quito, Bogotá, Caracas e esperamos garantir a presença de outras autoridades locais nessa reunião", disse Juan Del Granado, prefeito de La Paz.

"Que Hugo Chávez suspenda a Copa América se está solidário com Bolívia", disse Guido Añez, ex-presidente da FBF. Segundo este dirigente, ligado aos partidos opositores a Morales, a decisão da Fifa "pode abalar e acabar com a essência do futebol, a universalidade e a competitividade".

No caso de manutenção do veto, La Paz ficará sem a Copa Libertadores da América e a Copa Sul-americana".


Loading. Please wait...

Fotos popular