Pravda.ru

Desporto

Campeonato de Futebol do Brics reunirá equipes juvenis em Ufa

29.12.2014
 
Campeonato de Futebol do Brics reunirá equipes juvenis em Ufa. 21341.jpeg

Torneio ocorrerá paralelamente à próxima cúpula do grupo, em julho do ano que vem, e tem por objetivo aproximar os cinco Estados-membros do Brics, usando esporte como catalisador. Esta semana, a Embaixada do Brasil em Moscou apresentou o projeto para o Primeiro Campeonato de Futebol entre países do Brics. 

Torneio apresentado esta semana já está sendo programado para os próximos três anos

Foto: Arena Solutions Iúri Paniev, especial para Gazeta Russa

Segundo o embaixador brasileiro Antonio Guerreiro, o torneio será realizado na cidade russa de Ufa, paralelamente à sétima cúpula do grupo, em julho de 2015, e contará com a participação das seleções juvenis de futebol do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.A competição tem por objetivo aproximar os Estados-membros do BRICS, usando esporte como catalisador.

"O efeito positivo gerado pelo futebol poderá facilitar o desenvolvimento das relações comerciais e culturais entre os nossos países, assim como os projetos conjuntos em outras áreas. Levando em consideração o clima político atual, o futebol poderá ser uma ferramenta importante para ajudar na resolução dos conflitos diplomáticos", diz João Gilberto Vaz, diretor da empresa de consultoria Arena Solutions, responsável pela organização do evento.O empresário aproveitou para ressaltar que os países dos Brics foram recentemente escolhidos pela Fifa como sedes da Copa do Mundo por três vezes consecutivas: a edição de 2010 foi realizada na África do Sul, de 2014 foi recebida pelo Brasil e em 2018 acontecerá em solo russo.

"Todos os líderes que confirmaram presença na próxima cúpula são fãs de futebol."O diretor do projeto, Marcelo de Paulo Souza, também compartilhou com a Gazeta Russa alguns detalhes do futuro campeonato. As equipes serão compostas por jovens de sexo masculino de até 17 anos de idade a serem divididos em duas categorias.

Cada equipe participará de três ou mais jogos, e o torneio terá uma duração de sete dias.A participação no campeonato é voluntária e qualquer equipe regional poderá ser incluída, mesmo que não seja a seleção nacional de um Estado-membro do Brics. "Além das equipes nacionais, um dos clubes de futebol juvenil da República da Basquíria, por exemplo, também participará do campeonato", acrescenta Vaz.

Primeiro de muitos

Em outubro passado, os organizadores fizeram uma visita à futura sede do evento e se reuniram com os representantes do Ministério para Políticas Juvenis e Esportes da República da Basquíria (onde está situada Ufa). Segundo o diretor do projeto, o estádio local possui capacidade para acomodar 6.000 pessoas. Além disso, até o abril do próximo ano será construída uma nova arena de futebol, que abrigará outros 16 mil espectadores. 

"Temos certeza de que as autoridades da cidade de Ufa têm as competências necessárias para garantir o alto nível de realização do evento, pois o mesmo determinará o destino das suas próximas edições", disse Souza à Gazeta Russa. De acordo com os planos dos organizadores, outros campeonatos semelhantes acontecerão em 2016, na Índia, e em 2017, na China, simultaneamente às cúpulas dos Brics já programadas.

"Aranha Negra" no Rio

 

A apresentação do campeonato nesta semana contou com a participação de Valentina Iashina, viúva de Lev Iashin, lendário goleiro da seleção da União Soviética e do clube Dínamo de Moscou.

Em meados deste ano, o jogador ganhou um memorial próprio inaugurado no Rio de Janeiro. A homenagem ao grande jogador é uma reprodução de três metros da mesma estátua instalada próximo ao estádio da equipe em Moscou. A possui atinge seis metros de altura.

Os atletas do clube de futebol Dínamo ganharam fama como os primeiros jogadores soviéticos que pisaram em solo brasileiro.

O momento histórico aconteceu em 1957 e incluiu vários jogos, dos quais o mais importante foi a disputa contra o clube carioca Vasco da Gama, acompanhada por 220 mil torcedores no Maracanã. Em dezembro daquele ano, o encontro terminou com empate de 1:1, mas o goleiro Lev Iashin, conhecido pelo apelido "Aranha Negra", foi convidado para um programa de televisão, onde demonstrou as suas habilidades.

O goleiro concordou em disputar ao vivo um prêmio, defendendo o gol, instalado no próprio estúdio. Todos os pênaltis, cobrados por jogadores brasileiros convidados pela emissora, foram defendidos pelo jogador soviético. Ao receber o prêmio, resolveu doá-lo a moradores de favelas do Rio de Janeiro

http://br.rbth.com/internacional/2014/12/19/campeonato_de_futebol_do_brics_reunira_equipes_juvenis_em_ufa_28817.html
http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=58eaa69d86c0bb41c0f334b95b6c8cf2&cod=14826


Loading. Please wait...

Fotos popular