Pravda.ru

Desporto

Bernardinho é o melhor técnico de vôlei de 2006

29.12.2006
 
Bernardinho é o melhor técnico de vôlei de 2006

Um dos jornais esportivos mais importantes do mundo, o L´Equipe da França, publicou nesta quinta-feira uma lista com os melhores técnicos de vôlei de 2006. O primeiro colocação foi o brasileiro Bernardinho, campeão mundial e da Liga Mundial pela Seleção Masculina do Brasil.

Bernardinho teve a mais de 50% dos votos e deixou para em segundo lugar Giovanni Caprara, treinador da Seleção Russa feminina e Martin Stoev, técnico da Búlgaria, time revelação do último mundial masculino.

O Rexona-Ades, time comandado pelo técnico Bernardinho, estreou bem no Top Volley, torneio internacional realizado na Suíça. Nesta quarta-feira, a equipe carioca entrou em quadra duas vezes em menos de seis horas e venceu os seus duelos, garantindo a primeira colocação do Grupo A.

O adversário da equipe brasileira na disputa por uma vaga na final da competição será conhecido nesta quinta-feira, após o jogo entre Racing Club, da França, e Volero Zürich, time da casa. A semifinal será nesta quinta-feira, às 15h30.

Na primeira partida, o Rexona superou o Grupo 2002 Murcia, da Espanha, por 3 sets a 1, com parciais de 25 a 23, 25 a 20, 24 a 26 e 27 a 25, em jogo que durou 1 hora e 47 minutos.

Este era considerado o compromisso mais difícil da equipe de Bernardinho, já que o time espanhol é considerado um dos favoritos a levar o título e conta com estrelas do vôlei mundial, como a russa Sokolova, a polonesa Glinka e a norte-americana Metcalf.  "No papel, a equipe espanhola é uma das melhoras do mundo, mas conseguimos impor o nosso ritmo", destacou a atacante de ponta Renatinha, a maior pontuadora do duelo com 22 acertos.

No segundo jogo, que teve início menos de três horas após o primeiro triunfo brasileiro, o Rexona também ganhou por 3 sets a 1, com parciais de 25 a 17, 25 a 19, 23 a 25 e 25 a 15. O adversário foi o Azerrail Baku, equipe cujas jogadoras formam a base da seleção do Azerbaijão.

Assim como Sassá, a levantadora Dani Lins falou da dificuldade que foi encarar o frio suíço. "Até para se aquecer é difícil", apontou. "Mas, apesar do cansaço, jogamos mais soltas na segunda partida e conquistamos a vaga". Além de ser comandado por Bernardinho, bicampeão mundial pela seleção brasileira masculina recentemente, o Rexona tem em seu elenco atletas que defenderam o Brasil no Mundial do Japão, como Sassá, Fabiana e Renatinha.

Com agências


Loading. Please wait...

Fotos popular