Pravda.ru

Desporto

Maradonna quer apoiar sua equipa na Copa Davis em Moscovo. Safin acredita na vitória com um 3 a 2.

29.11.2006
 
Maradonna quer apoiar sua equipa na Copa Davis em Moscovo. Safin acredita na vitória com um 3 a 2.

A decisão da Copa Davis entre Rússia e Argentina começa na sexta-feira, em Moscou. Os argentinos buscam o título inédito da competição, e terão de se superar no piso de carpete indoors escolhido pelos russos. O técnico Alberto Mancini aposta na partida de duplas para reverter um eventual resultado ruim na abertura dos jogos: "Obviamente, o ideal é terminar o primeiro dia com duas vitórias. Mas um empate não será nada mau. Ainda mais sabendo que teremos uma partida equilibradíssima de duplas, que será importante para o confronto".
O tenista russo Marat Safin previu hoje uma vitória apertada de 3 a 2 da Rússia sobre a Argentina na final da Copa Davis, que será disputada em Moscou entre primeiro e 3 de dezembro.

"Venceremos com um 3 a 2 apertado. Eu e toda a equipe estamos muito animados para a final", declarou Safin, atualmente o número 25 do ranking da ATP. Safin, que se recuperou nas últimas semanas da fase negativa que o levou à posição 105 do ranking em meados da temporada, elogiou muito a equipe argentina. "São atletas com estilos diferentes e que jogam um bom tênis. Seu ponto fraco é precisamente a superfície. Não é segredo para ninguém que os tenistas argentinos preferem jogar em superfícies lentas, de saibro", concluiu.

A equipe argentina é formada por David Nalbandian, que será o número 1, José Acasuso (o provável número 2), Agustin Calleri, Juan Ignacio Chela e Guilermo Cañas. Os russos terão Nikolay Davydenko (número 1), Marat Safin, Dmitri Tursunov, Mikhail Youzhny e Yevgueni Korolev.

A Argentina não precisará temer qualquer favorecimento da arbitragem ao time da casa na final da Copa Davis. E, se depender da ITF, os jogadores contarão com o sistema de "replay-instantâneo" para dirimir dúvidas em bolas próximas à linha.

A Federação Internacional já confirmou que está fazendo testes para avaliar a adaptação do sistema ao ginásio moscovita onde serão disputadas as cinco partidas. Caso a utilização da tecnologia se confirme, será a primeira vez que o "Olho Eletrônico", como também é chamado, aparecerá em uma final de Copa Davis. O sistema estreou oficialmente neste ano. Começou com a Copa Hopman, em janeiro. Aprovado, foi usado também em Masters Series e ATPs nos EUA, além de ser aproveitado no US Open.

O anúncio de que Diego Maradona poderá estar na platéia de Argentina x Rússia pela final da Copa Davis já vem movimentando o mundo do tênis. Árbitro do confronto, Mike Morrisey avisa que Diego deverá se comportar de forma adequada e que não poderá sair da tribuna. "Não queremos nem abuso nem agressividade. Se isso acontecer, teremos que recorrer às regras do torneio para tomar alguma providência", – diz Morrisey.

Maradona se envolveu em polêmica na primeira rodada da Copa Davis, este ano, quando a Argentina derrotou a Suécia por 5 a 0 em Buenos Aires. Na ocasião, Maradona xingou o número 1 sueco, Robin Soderling. O astro russo Marat Safin espera que Diego não se comporte como em Buenos Aires e provoca, comentando que, ao contrário dos argentinos, a torcida russa não xingará a equipe visitante. Dmitri Tursunov é mais categórico. "(Maradona) é adulto. Se resolver agir como um louco para apoiar sua equipe, mostrará sua fraqueza mental. Acredito que ele vá se comportar".

Com agências


Loading. Please wait...

Fotos popular