Pravda.ru

Desporto

Jogos dos Povos Indígenas – Olimpíada Verde começa este mês em Paragominas (PA)

28.10.2009
 
Jogos dos Povos Indígenas – Olimpíada Verde começa este mês em Paragominas (PA)

Contagem regressiva para a realização dos 10º Jogos dos Povos Indígenas. Este ano, o evento esportivo e cultural da tradição indígena acontece de 31 de outubro a 7 de novembro, na cidade de Paragominas, no Pará. O Parque Ambiental, a sede dos jogos, está quase pronto para abrigar cerca de 1.300 indígenas de todo o país, além de aborígenes do Canadá, da Austrália e da Guiana Francesa. A abertura oficial será às 17h30, de sábado (31), na Arena Círculo Indígena.


Impulsionados pelo compromisso de erguer a aldeia indígena onde serão realizados os jogos, 25 indígenas das etnias locais, Tembé e Kaapor, mudaram literalmente de seu habitat natural para morar na cidade. Eles partiram de 11 aldeias distantes até 150 quilômetros de Paragominas, para trabalhar na montagem de 28 ocas que compõem a Vila Olímpica e que irão abrigar os povos.


O trabalho desses indígenas se estende, ainda, a organização do espaço onde está sendo construída a arena dos jogos, a estrutura do local onde serão instaladas arquibancadas com capacidade para um público de seis mil pessoas, assim como camarotes e barracas para a exposição de artesanatos. A energia elétrica já foi instalada e o local para alojar os banheiros químicos está delineado.


A arena dos jogos no Parque Ambiental receberá oito das 10 modalidades. As modalidades tradicionais de arco e flexa, arremesso de lança, cabo de força, canoagem, corrida de 100 metros, corrida de fundo, corrida de tora e natação/travessia serão disputadas no espaço. Já o futebol, mesmo sendo praticado em todas as aldeias brasileiras e de ter origem não-indígena (jogos ocidentais), será disputado em espaços físicos fora do Parque Ambiental. O parque de Exposição de Paragominas receberá as competições masculinas de futebol e o Estádio João Gomes, as femininas.
Haverá também os jogos demonstrativos. Serão apresentados aos visitantes atividades como: lutas corporais, corrida de tora, zarabatana, jikunahiti, ronkrã, katulaywa, akô, gâamparti, kaipy, tihimora, hipipi, iwavary, qagõt, ïnsintró e peikrâ.


Realizados desde 1996, os Jogos dos Povos Indígenas buscam a integração de comunidades por meio da prática de seus esportes tradicionais, celebrando a cultura de diversos povos, valorizando os costumes e estimulando a auto-estima dos índios. O resgate da identidade cultural também é exercitado com a realização de manifestações culturais, como danças, cantos e pinturas corporais.


Sérgio Tembé, da reserva indígena do alto Rio Guamá, em Paragominas, aposta que o que mais vai chamar a atenção do público serão os rituais indígenas, as famosas “pajelanças”. “Cada etnia tem seus ritos próprios, identidades culturais preservadas ao longo dos anos. Fazemos questão de preservar nossas raízes. Até a data da realização dos jogos é especial para nós, pois segue o nosso calendário lunar”, conta.


Olimpíada Verde
Em 10 edições, apenas duas cidades paraenses haviam sido sedes do evento: Marabá e Marapanin. Paragominas será a terceira cidade do estado a sediar os jogos que, este ano, ganhou uma denominação muito especial: Olimpíada Verde. O nome faz jus à história recente de Paragominas, que passou de cidade desmatadora para a que mais refloresta em todo o estado, com mais de 50 milhões de árvores nativas reflorestadas, ação realizada graças ao projeto Município Verde de combate ao desmatamento, desenvolvido há mais de um ano pela prefeitura local.


Fogo Simbólico
Os jogos seguirão o ritual indígena, que acontece no dia anterior da abertura oficial. Na sexta-feira (30), precisamente ao por do sol, será feito o fogo sagrado com a participação de duas etnias indígenas. A solenidade é denominada “Cerimônia de Acendimento do Fogo Ancestral Indígena”. Segundo a organização do evento, mais de 50 mil pessoas estão sendo esperadas para os oito dias de jogos.


Realização
Os X Jogos dos Povos Indígenas são uma realização do Comitê Intertribal – Memória e Ciência Indígena (ITC). O patrocínio é do Ministério do Esporte, Caixa Econômica Federal e Eletrobrás, sendo este último, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. Conta com apoio do da FunaiI, Funasa e da Prefeitura Municipal de Paragominas.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República


Loading. Please wait...

Fotos popular