Pravda.ru

Desporto

Copa Uefa: Duelo espanhol duro, juiz abandona jogo

27.04.2007
 
Copa Uefa: Duelo espanhol duro, juiz abandona jogo

 Os clubes espanhois Osasuna e Espanyol venceram seus rivais , nesta quinta-feira, (26) na rodada de ida das semifinais da Copa da Uefa. Com o apoio de sua torcida, o Osasuna derrotou o Sevilla ,  a terceira equipe espanhola na Copa, atual campeão do torneio europeu, por 1 a 0. Em Barcelona, a equipe da casa abriu larga vantagem ao ganhar do Werder Bremen (Alemanha) por 3 a 0. Os jogos de volta estão marcados para o próximo dia 3. A decisão acontecerá no dia 16, em Glasgow, na Escócia.

Sobrou disposição no duelo espanhol, com muitas jogadas duras dos jogadores dos dois times. Após o gol de Soldado, aos 10 minutos do segundo tempo, o que se viu em campo foi muita confusão. Em uma delas, o atacante brasileiro Luis Fabiano, do Sevilla, tentou por duas vezes seguidas pisar em Cuellar, o que deu início a um empurra-empurra. Os dois envolvidos só receberam cartão amarelo.

 Eric Braamhaar, árbitro escolhido pela UEFA para dirigir  o jogo entre Osasuna e Sevilla, não chegou ao fim da partida. O juiz holandês sofreu uma rotura muscular e teve de abandonar o relvado quando estava cumprida uma hora de jogo.

A partida esteve interrompida seis minutos, mas perante a impossibilidade de Braamhaar regressar ao relvado, teve de ser o quarto árbitro, o compatriota Pieter Vink, a dirigir o resto da partida.

O Sevilla pressionou muito, mas não teve organização para chegar ao empate e agora terá de vencer por dois gols de diferença o jogo de volta.

"Nosso ataque esteve muito abaixo do que costuma produzir, mas o confronto está aberto, qualquer um pode chegar à final", disse o técnico Juande Ramos. "Poucas vezes nesta temporada vi o Sevilla sofrer tanto. Fizemos um partidaço", disse o treinador do time basco, José Angel Ziganda.

Na Catalunha, o Espanyol não deu chances para o Werder Bremen, com uma pesada marcação sobre os principais jogadores do time alemão, o brasileiro Diego e o artilheiro da última Copa do Mundo, Klose. Os gols saíram todos em jogadas paradas, com Moisés, aos 20 minutos do primeiro tempo, Pandiani, aos 5, e Coro, aos 42 do segundo.

 O goleiro Wiese, do Werder, foi expulso aos 13 minutos da etapa final, por uma falta fora da área, o que matou a chance de reação da equipe visitante.

Agora, só uma vitória por quatro gols de diferença fará com que o Werder evite a decisão 100% espanhola. "Vamos precisar de uma atuação incrível em Bremen para reverter a situação", disse o técnico alemão Thomas Schaaf. "Lutamos até o fim, mas não era o nosso dia." O técnico do Espanyol, Ernesto Valverde, se mantém alerta. "A torcida está muito contente, mas não há nada decidido ainda."

O técnico recorda um episódio trágico para ilustrar sua opinião. Em 1988, o Espanyol decidiu a Copa da Uefa, então ainda em dois jogos, contra o Bayer Leverkusen. Venceu o jogo de ida por 3 a 0, em Barcelona, e perdeu pelo mesmo placar o segundo jogo, na Alemanha - e depois o título, que ficou com o Leverkusen na disputa de pênaltis. Valverde estava em campo. "Aquele episódio foi vencido pelos alemães, agora temos de fazer o necessário para que a história agora seja outra", diz.

 Com Agência Estado 


Loading. Please wait...

Fotos popular