Pravda.ru

Desporto

Pela primeira vez na história do futebol pernambucano

27.03.2018
 
Pela primeira vez na história do futebol pernambucano. 28470.jpeg

Pela primeira vez na história do futebol pernambucano
Clóvis Campêlo

 

Pela primeira vez na história do futebol pernambucano vamos ter o Central de Caruaru disputando uma final de campeonato.

Fundado em 15 de junho de 1919, a agremiação caruaruense recebeu esse nome em homenagem à Estrada Central de Ferro de Pernambuco, denominação que os ingleses da Great Western deram a ferrovia que cortava a cidade de Caruaru na direção do sertão de Pernambuco.

Segundo a Wikipédia, as cores preto e branco do clube, segundo o Professor José Florêncio Neto (Machadinho), ex-jogador do time caruaruense no início da equipe, foram escolhidas em face do símbolo do clube, a patativa, pássaro de canto harmonioso.

Ainda segundo a Wikipédia, em 1937 o Central finalmente foi incluído entre os grandes do futebol pernambucano, disputando o certame estadula pela primeira vez na sua história. Foi o primeiro time do interior do estado a participar do Campeonato Pernambucano de Futebol. Porém, no mesmo ano, cansado de diversos equívocos de arbitragem, a diretoria retirou a equipe do torneio. O Central filiou-se,então, à Liga Esportiva Caruaruense e conquistando os títulos de 1942, 1945, 1948, 1951/52, 1954, 1958 e só voltando a disputar o certame estadual em 1960.

Em 1951, a Patativa conseguiu um feito histórico, vencendo o Jocaru por 23 a 0, com o meia Milton fazendo 11 gols. O final da década de 1950 é marcado pelas obras de construção do Estádio Pedro Victor de Albuquerque.

Apesar de veterano na disputa do nosso campeonato de futebol profissional, pela primeira vez o central chega à final do campeonato pernambucano criando um clima de muita expectativa e euforia na Capital do Agreste.

Por seu lado, o Náutico é o mais antigo dos clubes atuais do nosso futebol, tendo sido criado em 1901 como clube de remo. Só bem depois é que se voltou para o futebol, já que o seu presidente, o comendador Bento Gonçalves, não tinha simpatia pelo esporte bretão.

Em termos de campeonato pernambucano, tem 21 títulos conquistados, sendo o último em 2004. Ostenta ainda o título de do Torneio dos Campeões do Norte-Nordeste, em 1952; campeão da Copa dos Campeões do Norte, em 1966; campeão da Copa Pernambuco, em 2011; além de ter sido vice-campeão do campeonato Brasileiro, em 1967, e duas vezes vice-campeõa do Campeonato Brasileiro da Série B, em 1988 e 2011. No âmbito estadual destaca-se ainda pelo hexacampeonato conquistado de 1963 a 1968, título perseguido por seus principais rivais, Sport e Santa Cruz, e nunca conseguido. Em termos de estaduais, aliás, é o terceiro colocado em campeonatos conquistados, ficando atrás apenas dos rubro-negros da Ilha e dos tricolores do Arruda.

Segundo o jornalista Cassio Zirpoli do Diario de Pernambuco, a final reúne os dois melhores times do campeonato, com campanhas idênticas em termos de pontuação (7V, 4E e 1D). Como o alvirrubro terminou à frente no turno, pelo número de gols marcados, jogará a partida de volta na Arena - sim, ao contrário das quartas e da semi, na decisão prevê dois jogos, com pontuação, saldo e penalidades como critérios de desempate.

Entendemos que embora a fórmula adotava para a disputa do Campeonato Pernambucano deste ano tenha sido criticada por alguns, deu chances para que equipe interioranas como Central e Salgueiro chegassem às semifinais e final da disputa.

 

 


Loading. Please wait...

Fotos popular