Pravda.ru

Desporto

CSKA vence, Benfica e Porto perdem

26.09.2006
 
CSKA vence, Benfica e Porto perdem

CSKA Moskva 1 – Hamburg SV 0

Dudu 59’

Hamburg dominou os primeiros minutos do jogo mas CSKA ameaçou mais, com Olic e Love a testar as defesas da equipa alemã. Aos 14’, Love passou para Olic rematar mas Wachter bloqueou bem. Olic quase marcou duas vezes na meia-hora, com um remate de cabeça e depois um remate, tentos que saíram ao lado. No fim da primeira parte, Dudu quase converteu um canto de Carvalho.

No entanto, aos 59’, a repetição do lance deu o golo: Carvalho fez o canto da esquerda e Dudu sacudiu as redes de cabeça. Foi o único golo da partida mas houve muitas mais oportunidades. Outro jogador brasileiro, Jô, voltou de lesão, trazendo ao jogo russo mais fantasia no ataque.

Arsenal 2 – FC Porto 0

38’ Henry 48’ Hleb

Arsenal soube aproveitar do contra-ataque de forma mais letal. Thierry Henry marcou aos 38’ e depois do intervalo passou para Hleb duplicar o marcador.

Van Persie testou Helton aos 4’ mas FC Porto começou a controlar o jogo na primeira parte. Aos 13’, Postiga rematou por cima depois de bom trabalho por Quaresma e Anderson.

No entanto, Henry alimentou van Persie na meia-hora (rematou por cima) e a partir daí, Arsenal dominou, culminando no golo do capitão Henry.

Três minutos depois do intervalo, Gallas entrou de rompante no meio-campo portista, passou a Henry, que passou para Hleb, que rematou para o fundo da baliza. Helton depois negou a Fabregas o terceiro tento de Arsenal.

Grupo G

Arsenal 6 CSKA 4 FC Porto 1 Hamburg SV 0

Arsenal 2 FC Porto 0

CSKA 1 HSV 0

SL Benfica 0 – Manchester United 1

Saha 60’

Alex Ferguson começou o jogo no banco com expressão determinada e concentrada, tanto que os outros membros do banco olhavam para ele nervosos. Em jogo estava a desforra para a saída prematura do United no ano passado, derrotado pelo SL Benfica (e bem) na Liga dos Campeões. Esta noite, saiu ao contrário.

Na primeira parte, Karagounis testou van der Sar cedo, com um remate à figura e logo a seguir, Quim teve a sorte da intervenção de Luisão, que impediu o tento de Saha depois do remate à meia-distância de Cristiano Ronaldo. No entanto, foi o Benfica que mais hipóteses teve na primeira parte, com van der Sar a bloquear um remate de Nuno Gomes e Paulo Jorge a rematar por cima. O tento de Karagounis foi cancelado pelo árbitro por falta de Katsouranis sobre Cristiano Ronaldo.

Depois do apito, Carrick testou Quim antes de Ronaldo levar a bola para a área de Benfica e passar a Saha, que rematou forte, a bola ressaltando de Anderson e entrando no lado esquerdo da baliza sem qualquer hipótese para o Quim. Na última meia-hora, United teve duas hipóteses (Saha e uma defesa dupla de Quim negando Fletcher e Carrick quase no final do jogo) contra um do SL Benfica (um livre de Simão centímetros por cima).

Grupo F

Manchester United 6 Celtic 3 Benfica 1 Kobenhavn 1

Benfica 0 - Manchester Utd 1

Celtic 1 – Kobenhavn 0

Amanhã: Spartak Moskva – SC Portugal

Timothy BANCROFT-HINCHEY

PRAVDA.Ru 


Loading. Please wait...

Fotos popular