Pravda.ru

Desporto

Meninas do futebol levam ouro depois de golear EUA

26.07.2007
 
Meninas do futebol levam ouro depois de golear EUA

As meninas brasileiras levam ouro no futebol brasileiro. Uma goleada de cinco gols contra a seleção dos Estados Unidos cumpriu a missão do futebol feminino no Pan. Foi 5 x 0, fora o baile de Marta e cia e um pênalti perdido.

Em plena manhã gelada de quinta-feira, o Maracanã lotado viveu uma festa. Festa de gols, dribles e de uma torcida que, apesar de submetida aos berros dos animadores profissionais, sabia que estava em casa. Sabia que o "Maraca é nosso".

Dessa vez as norte-americanas sucumbiram ao talento de Marta. A melhor jogadora do mundo, diante do maior público da história do futebol feminino no Brasil, liderou a seleção brasileira ao bicampeonato dos Jogos Pan-Americanos, repetindo o título de Santo Domingo-2003.

A vitória na final sobre o maior rival brasileiro na modalidade, com quase 70 mil torcedores no Maracanã, era o objetivo declarado das brasileiras desde o princípio. Apesar de os Estados Unidos terem vindo para o Rio com sua seleção sub-20, o jogo era encarado como revanche da derrota na Olimpíada de Atenas, em 2004, quando as americanas conquistaram o ouro em cima do Brasil.

A goleada resumiu no placar o passeio da seleção brasileira. Os dribles desconcertantes foram inúmeros, em todas as partes do campo. Um lençol de Marta próximo ao círculo central logo no início do jogo era o indício de que as jovens americanas teriam um dia difícil. Já no intervalo, quando estava 2 x 0, ouviu-se gritos de "campeão" das arquibancadas.

Minutos antes de se tornar a primeira mulher a ter os pés cravados na calçada da fama do estádio símbolo do futebol brasileiro, Marta desequilibrou. Ela ditou o ritmo da partida e marcou de pênalti o primeiro e o último gol do ouro em casa.

Depois de ter perdido uma chance que não costuma desperdiçar, de frente para o gol, Marta marcou seu 11o gol nos Jogos de onde Romário queria ter feito o milésimo de sua carreira. O pênalti foi marcado quando a lateral-esquerda Rosana sofreu falta após drible em O'Hara. A atacante Cristiane fez o segundo também numa jogada de bola parada. Daniela Alves cobrou escanteio, Elaine escorou para o meio da área, e a número 11 empurrou de cabeça para as redes.

O terceiro saiu logo no início do segundo tempo. Marta deu mais um lençol e deixou Cristiane em ótima posição para marcar. Bastou limpar a zagueira e tocar com calma para as redes.

O quinto gol, depois de Marta ter feito o quarto de pênalti, foi de Daniela Alves, em mais uma jogada iniciada pela camisa 10 da seleção.

No intervalo da partida, uma cena inusitada. O "beijoqueiro" ressuscitou. O folclórico personagem carioca furou a proteção da Força Nacional de Segurança e invadiu o gramado para beijar as brasileiras. Quando um agente da segurança chegou para impedi-lo, as jogadoras protegeram o beijoqueiro, que deixou o gramado beijando até os policiais.

A medalha de bronze do futebol feminino foi para o Canadá, adversário contra quem Marta teve uma estréia avassaladora do Maracanã, fez cinco gols na goleada de 7 x 0, nas quartas-de-final. As canadenses venceram o México por 2 x 1 na disputa do terceiro lugar.

Fonte Reuters


Loading. Please wait...

Fotos popular