Pravda.ru

Desporto

Futebol: Walter Pandiani

25.05.2007
 
Pages: 12
Futebol: Walter Pandiani

Futebol: Walter Pandiani

Não é a igreja adorável do bairro Gôtico de Barcelona na Espanha mas trata-se do nome da escolinha na qual o Walter Gerardo Pandiani Urquiza deu os primeiros chutes na vida no bairro de Malvín da capital uruguaia, Montevidéu.

DA SAGRADA FAMÍLIA ATÉ GLASGOW COM CONEXÃO EM MADRI.

DA MINHA ESCOLINHA ATÉ MONTJUIC…

DAQUELE CHEIRO ATÉ O ATUAL…

DO BAIRRO MALVÍN DE MONTEVIDÉU RUMO Á GLÓRIA

O Camisa sete do Espanyol de Barcelona é uruguaia…

Alô, alô, WPANDIANI

Alô, alô…

Raspado não para de movimentar as crinas.

Não é a igreja adorável do bairro Gôtico de Barcelona na Espanha mas trata-se do nome da escolinha na qual o Walter Gerardo Pandiani Urquiza deu os primeiros chutes na vida no bairro de Malvín da capital uruguaia, Montevidéu.

Hoje é manchete do futebol do mundo pois foi artilheiro com 11 golos na edição 2007 da Taça UEFA conseguindo a Medalha de Prata perdendo a partida final perante o Sevilla também da Espanha nos penalties sendo que foi o único jogador “catalão” que conseguiu furar a rede sevilhana nessa rodada “íntima” com o goleiro rival.

Faz alguns dias completou os 31 anos ( 27 de abril ) começando a Pre-Escola da mão da “tía” Beatriz Caballero ( 1980 ) continuando logo no primeiro ano da primária com uma outra “tía” como a Margot Pais.

Faz vinte anos ele deixou a escolinha dando início ao roteiro pela vida e mais logo pelos gramados do mundo inteiro. A antiga Avenida Itália da cidade de Montevidéu com a travessa Candelaria ia mudar seu nome para Estanislao López, “escorregando” a nova Avenida Itália mais 100 metros para o norte.

Foi cruel pois acabou derrubando a quadra sem gramado do Malvín Junior que foi espaço de lazer para a grande maioria dos moleques e crianças do bairro mas aconteceu na hora que o W Pandiani “incomodava” sua maezinha com seu pranto no berço.

O atual artilheiro internacional gostava mesmo do futebol porém começou treinar nas categorias de base no Montevideo Wanderers ( casa na qual nasceu o Enzo Francescoli ) no bairro do Prado que ficava bem longe da sua residência.

O problema nessa hora foi que nessas categorias ninguém levava salário nenhum no bolso porém impossível para ele pagar nem sequer uma passagem de ônibus.

Foi quando recebeu o apoio do Wanderers deixando ele “trocar” a camisa pelo clube Basañez que ficava na sua vizinhança.

Fora isso a vida nem sempre é simples e além de jogar futebol, ele tinha que ajudar sua maezinha Mirtha no dia a dia. Foi então que após os treinos e as partidas nos finais de semana, começou recolher as sacolinhas lotadas de lixo da cidade obtendo assim sua primeira graninha nos caminhões da Prefeitura.

Logo veio o Peñarol de Montevidéu, as Semis duma taça sul-americana que acabou perdendo do Mengão numa partida no Centenario com socos no relvado até a porta mesmo dos vestiários.

Felizmente sua vida ia começar mudar para sempre sendo destaque no Deportivo A Corunha da Espanha obtendo o caneco duma liga junto com o Máuro Silva ( Campeão do Mundo com o Brasil no 1994 quase pendurando as chuteiras ) e o goleiro Molina que mais logo ia sofrer um câncer que conseguiu vencer.

Logo chegou a camisa vermelha do Mallorca, Birmingham da Inglaterra e agora o Espanyol de Barcelona monstrando sua raça pois depois de muito tempo os catalães do Montjuïc venceram os catalães grandões do Camp Nou na Liga.

Faz duas semanas levou a bola da partida perante os cremes da capital espanhola para casa pois deu três furadas nos barracos de fios do Santiago Bernabéu, fazanha que estrangeiro nenhum tinha feito desde o ano 1991.

Foi, foi, foi eleee quem “nasceu” na escolinha de freiras Sagrada Familia de Malvín, assim como um outro famoso jogador como é o caso do Gabriel “abutre” Álvez e o ciclista Olímpico uruguaio Carlitos García nos Jogos Los Angeles 1984 nos EUA que compartilhou aulas com este correspondente do ano 1970 até 1976 sendo a diretora até o ano 2000, a famosa Senhorita María Rosa Rodríguez.

Esta não é mais uma matéria para nós pois exprime muitos sentimentos que até hoje jogavam ás ocultas conosco.

Da para se lembrar de momentos adoráveis que curtimos lá na década dos 70 do século retrassado (puxa vida, estamos idosos mesmo !!).

1 – O famoso artilheiro uruguaio Fernando Morena que com seu FIAT visitava sua namorada María Luisa na rua Quiebrayugos nas “costas” da escolinha.

2 – O jornalista Julio Alonso do Canal 12 de Montevidéu que morava apenas três quarteirões daí sendo até hoje representante do Carnaval Carioca na tevê uruguaia.

3 – Aqueles gostosos sorvetes da Dolce Vita na Av. Rivera com a travessa Veracierto.

O Pravda que nasceu como tabloide russo no passado tem pontos de contato com esta matéria pois agora na frente da escolinha ergue-se o Monumento do Yuri Gagarín.

Nossa amiga italiana Angiolina que faz parte da turma administrativa do colégio ( morou 20 anos no Brasil, no Matto Grosso e Passo Fundo no Rio Grande do Sul ), esteve pesquisando tudo quanto precisamos para acabar montando juntos esta matéria especial.

Seu pedido agora para nós compartilhar alguns momentos com os alunos da escolinha fazendo conhecer o Pravda para todos eles foi aceite na hora e já temos marcado na agenda pois trata-se de nossa segunda residência nessa faixa da vida que tem poluição zero.

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular