Pravda.ru

Desporto

Dois boxeadores cubanos desapareceram nos Jogos Pan-Americanos

23.07.2007
 
Dois boxeadores cubanos desapareceram nos Jogos Pan-Americanos

Os dois boxeadores de Cuba nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro não se apresentaram neste domingo a seus combates, desencadeando versões de que teriam se unido a outros dois membros da delegação da ilha que "desertaram.” As informações são da Reuters.

O combates do bicampeão olímpico Guillermo Rigondeaux, da categoria 54 quilos, e o campeão mundial dos 69 quilos Erislandy Lara foram riscados este domingo co calendário.

Segundo Lancepress! , Maximiliano Gonzalez, chefe da equipe de boxe, falou sobre o assunto.

"A única informação que nós temos é que eles se ausentaram da Vila Pan-Americana e não voltaram. Estamos espe rando novas ordens de nossas autoridades", disse Gonzalez.

O jogador de handebol Rafael D'Acosta Capote e o treinador de ginástica artística Lázaro Lamelas abandonaram a delegação cubana no Rio de Janeiro.

Rigondeaux é bicampeão olímpico dos 54 quilos, com títulos em Sydney-2000 e em Atenas-2004. Ele também foi campeão dos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo em 2003 e dos Centro-Americanos e do Caribe de Cartagena, na Colômbia, em 2006.

O atleta foi ainda campeão mundial em sua categoria em Myanyang, na China, em 2005.

Há dois dias, no Rio, ele ganhou seu primeiro combate no torneio de boxe. Esta foi sua 104a vitória consecutiva, e ele não perde uma luta desde os Jogos de Santo Domingo.

Por sua vez, Lara foi campeão mundial em Myanyang e reinou nos Jogos Centro-Americanos e do Caribe em 2006.


Loading. Please wait...

Fotos popular