Pravda.ru

Desporto

Taça Libertadores: Colorado, campeão 2006, fica fora da edição 2007

23.04.2007
 
Pages: 12
Taça Libertadores: Colorado, campeão 2006, fica fora da edição 2007

Santos presenteia o Rei Pelé com nota dez - Mengão segundo na grilha das oitavas - cartão amarelo para o defensor Sp. (Uruguai) - Com cheirinho da Taça Libertadores do passado na hora que definiam-se vagas para continuar na frente, os torcedores do Inter de Porto Alegre “deram a bemvinda” aos jogadores do Nacional de Montevidéu com foguetes explodindo do lado das janelas mais altas dos quartos do hotel na madrugada gaúcha.

Com cheirinho da Taça Libertadores do passado na hora que definiam-se vagas para continuar na frente, os torcedores do Inter de Porto Alegre “deram a bem-vinda” aos jogadores do Nacional de Montevidéu com foguetes explodindo do lado das janelas mais altas dos quartos do hotel na madrugada gaúcha.

Desta vez o sucesso não foi total pois os colorados venceram de 1 x 0 dos tricolores uruguaios mas não deu para comemorar a classificação para as oitavas pois precisava-se dum triunfo de 3 x 0 ou 4 x 1.

O poliglota centro-avante Fernandão foi o artilheiro da partida apenas 16 minutos do final dando para imaginar que a fazanha poderia acontecer no Beira Rio.

Todos aqueles que conhecemos deste desporto maravilhoso que é o futebol começamos imaginar o fim da história tendo assistido o primeiro tempo na hora que o goleiro do Nacional, Fernando Muslera ( trazido do Wanderers de Montevidéu pelo treinador Daniel Carreño ), defendeu quatro poderosos chutes colorados de fora a grande área

(daqueles que trazeram lembranças do Falção Campeão do Brasileirão 1979).

Fora esses quatro chutes foi o minuto 19, o marcante no jogo pois uma cabeçada colorada ótima na área pequena bateu na trave descendo e dando nas costas do goleiro Muslera.

Na maioria dos casos, essas bolas acabam entrando dando pulinhos mas desta vez deu escanteio favorável para o Inter.

A partir desse instante houveram 71 minutos quase sem sentido pois a janelinha da partida acabou-se fechando. O azar ai ficar do lado dos uruguaios.

Nas primeira edições da Libertadores ( inventada pelo uruguaio Washington Cataldi logo presidente do Peñarol ), só os Campeões de cada um dos países sul-americanos participaram do evento.

Mais logo a Confederação Sul-Americana de Futebol com a presidencia do peruano Salinas percebeu que o negócio ia melhorar com Campeão e Vice concorrendo pela Taça.

Bem mais para frente com a presidencia do paraguaio Nicolás Leoz a inesquecível Taça Libertadores ganhou o apoio da famosa fábrica de carros japonesa Toyota, que fez com que o nome mudasse para Taça Toyota Libertadores.

Nestas últimas edições a nova Libertadores ia acrecentar o negócio pois começaram participar equipas segundo a situação financeira dos países. Foram inúmeras as senhas que denunciaram nossos comentários pois agora os grandões do continente Brasil e Argentina tem uma meia dúzia de participantes cada ( vai depender da fase de classificação ) e o México foi convidado tentando aprimorar esse tal negócio pois nada tem a ver com o continente sul-americano.

Taça Libertadores, Copa América de Seleções, os mexicamos participam destes torneios sul-americanos mas na hora de concorrer por uma vaga nas Copas do Mundo ficam participando perante as seleções da América Central e do norte, na CONCACAF.

Será que esses países ficam mínimo um degrau por baixo dos sul-americanos aumentando as possibilidades dos mexicanos ?

O México foi o país que atrás da Inglaterra teve mais torcedores nas arquibancadas da Alemanha 2006 ( acima de 100 mil ) e seu treinador argentino Ricardo Lavolpe o terceiro na fileira dos trinta e dois quanto á salário se refer.

Chega de participantes…ou poderiamos encontrar mais alguns nas próximas edições ?

Quanto tem a ver com a Libertadores o presidente do Defensor Sporting ( Uruguai ), Sr. Fernando Sobral no programa desportivo da tevê uruguaia, “Deporto Total”, ontem de manhã confirmou que o clube ganhou “cartão amarelo” da Conmebol pois na partida em Montevidéu que perdeu perante o Santos de 2 x 0, o Defensor fez creche com a Fundação Amigos do Hospital Pereira Rosell pois vendeu ingresos apenas R$ 0,90

(reais) cada tentando ajudar um hospital público ícone da saúde uruguaia com o apoio das caixas da também reconhecida rede de supermercados Disco.

É bom salientar que a verba TODA conseguida pela venda dos ingresos ia para a Fundação e já foi entregue numa cerimönia que aconteceu semana retrasada com inúmeras camarinhas dos jornais da tevê uruguaia monstrando o cheque e a quantía para todos aqueles que assistimos um desses jornais na telinha.

Defensor Sporting não tem muitos torcedores porém achou interesante “esquentar” o gigante Estádio Centenario com torcedores uruguaios que apoiaram a equipa com bate-palmas e o Pereira Rosell com essa graninha miúda.

Uma grande faixa horizontal trazida pelos jogadores do Defensor desde o vestiário no início daquela partida com os santistas confirmou essa atitude adorável do clube.

Defensor acabou concretizando essa atitude pois é uma das poucas equipas uruguaias que não precisa dos pagantes dos finais de semana para salvar o orçamento mensal pois trata-se duma instituição poli-desportiva e localizada num bairro chique da capital uruguaia.

O Santos “envolvido” neste história, com a camisa branca ou com faixas verticais alternadas brancas e pretas conseguiu o No. 1 dos 32 participantes desta versão 2007 da Libertadores na fase preliminar que vai ter que confirmar nas oitavas, quartas, semis e final para alcançar o caneco desejado por todos.

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular