Pravda.ru

Desporto

Moscou recebe Manchester United e Chelsea na final da Copa dos Campeões

21.05.2008
 
Moscou recebe Manchester United e Chelsea na final da Copa dos Campeões

A partir das 15h45 (horário de Brasília) em Moscou o título da Copa dos Campeões da Europa da temporada 2008/2009. A Copa já é inglês, mas ainda não tem dono. Por isso, nesta quarta-feira, Manchester United e Chelsea entram em campo para definir qual pode ser considerado o clube mais poderoso do Velho Continente na atualidade, garantindo ainda uma vaga no Mundial de Clubes da Fifa no final do ano, cita Gazeta Esportiva.Net.

Os dois times já disputaram praticamente entre si o título do Campeonato Inglês deste ano, que acabou sendo decidido a favor do Manchester na última rodada. Os Diabos Vermelhos, por sinal, levam vantagem por já ter conquistado a competição européia duas vezes, em 1968 e 1999, enquanto o emergente time de Roman Abramovich tem como principais feitos continentais duas Recopas (1971 e 1998) e uma Supercopa (1998).

Será a terceira vez que clubes do mesmo país decidem o título, repetindo o que espanhóis (2000, entre Real Madrid e Valencia) e italianos (2003, entre Milan e Juventus) já conseguiram. Por sinal, a decisão em Moscou irá garantir o 11º título da Uefa Championa League à Inglaterra, o que coloca o país ao lado de Espanha e Itália como maiores vencedores da competição.

Com vantagem no retrospecto recente, o Manchester dá demonstrações de que acredita piamente nas chances de conquistar seu terceiro título europeu. “Somos um melhor time e isto é um problema psicológico para o Chelsea. Todos sabem que somos favoritos. Não estamos preocupados”, provoca o argentino Carlos Tevez, segundo o jornal britânico The Sun.

O time de Avram Grant rebate a estratégia com raça, e garante que não há jogo ganho de antemão. “Não acho que ninguém seja azarão ou favorito. Se tiver que ser um jogo feio, que seja, desde que tenhamos o troféu em nossas mãos”, promete o zagueiro John Terry, cujo time tem uma importante carta na manga. “Felizmente, temos o time completo. Isso é importante”, lembra o defensor.

Dedicação, por sinal, é o que não tem faltado ao Chelsea nos últimos jogos contra o Manchester. Nas dez últimas oportunidades em que os dois times estiveram frente à frente, os Blues levaram a melhor em cinco, empatando duas e perdendo três. No último deles, em 26 de abril, pelo Campeonato Inglês, os londrinos levaram a melhor por 2 a 1, com dois gols de Michael Ballack.

O argumento utilizado por Terry, porém, ainda não é definitivo. Na véspera da decisão, já em treinamento em Moscou, o lateral Ashley Cole sentiu dores no tornozelo após uma dividida com Claude Makélélé. Se não se recuperar, Cole poderá ceder lugar para Wayne Bridge na esquerda. Porém, seria a única mudança do Chelsea para o confronto em relação ao time que foi escalado na vitória por 2 a 1, desde que Salomon Kalou se mantenha na frente de Florent Malouda.

O Manchester, por sua vez, tem poucos jogadores no estaleiro, e também deve ter praticamente sua força máxima para entrar em campo no Luzhniki. Ainda se recuperando de contusão, Gary Neville cede a lateral direita para Wes Brown se não tiver condições de atuar. Em compensação, Louis Saha e Carlos Tevez são opções de sir Alex Ferguson no banco de reservas para o ataque. Patrice Evra e Ji-Sung Park tem boas chances de começar nos lugares de Mikael Silvestre e Ryan Giggs, respectivamente.

FICHA TÉCNICA
MANCHESTER UTD. X CHELSEA

Local: Estádio Luzhniki, em Moscou (RUS)
Data: 21 de maio de 2008, quarta-feira
Horário: 15h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Lubos Michel (ESL)
Auxiliares: Roman Slysko (ESL) e Martin Balko (ESL)

MANCHESTER: Edwin van der Sar; Wes Brown, Rio Ferdinand, Nemanja Vidic e Patrice Evra (Mikael Silvestre); Michael Carrick, Darren Fletcher, Paul Scholes e Ji-Sung Park (Ryan Giggs); Cristiano Ronaldo e Wayne Rooney
Técnico: Alex Ferguson

CHELSEA: Petr Cech; Paulo Ferreira, Terry, Ricardo Carvalho e Ashley Cole (Bridge); Michael Essien, John Obi Mikel, Michael Ballack e Salomon Kalou (Florent Malouda); Joe Cole e Didier Drogba
Técnico: Avram Grant


Loading. Please wait...

Fotos popular