Pravda.ru

Desporto

Turistas terão atendimento especial na Copa do Mundo

16.09.2009
 
Turistas terão atendimento especial na Copa do Mundo

Os 500 mil turistas esperados para a Copa do Mundo de 2014 vão receber atendimento especial nas cidades onde serão realizados os jogos. O Ministério do Turismo está desenvolvendo projetos para formar 306 mil profissionais na área e inserir pelo menos oito mil novos no mercado de trabalho. O investimento é de R$ 440 milhões, com recursos do Orçamento Geral da União (OGU).


O Projeto Olá, Turista! é um programa de qualificação em inglês e espanhol em parceria com a Fundação Roberto Marinho, que oferece 80 mil vagas. Outros projetos pretendem formar a gerência média do turismo, com ação especial para os microempresários individuais (MEIs), e qualificar os profissionais que terão contato direto com o turista.


Para o ministro do Turismo, Luiz Barretto, a Copa será uma grande oportunidade para dar um salto na infraestrutura, na mobilidade urbana e para trabalhar a autoestima do povo brasileiro. “O Brasil vive uma boa fase com a imagem positiva de um país que está conseguindo superar a crise. Vamos capacitar 300 mil profissionais com outros cursos, como de segurança alimentar e na arte de bem receber o turista”.


Os cursos de línguas à distância começam em janeiro de 2010, com 80 mil vagas gratuitas distribuídas em 13 cidades brasileiras, entre elas Porto Seguro, Mata de São João, Maraú, Lençóis e Salvador. O projeto-piloto, em execução, já contempla 310 profissionais da capital baiana e 190 da carioca.


Instituições cadastradas - Desde o dia 1º de setembro, a solicitação de vagas pode ser feita por instituições cadastradas dos estados do Rio de Janeiro, Bahia e Amazonas. Associações, sindicatos e cooperativas que ainda não realizaram seu registro, podem fazê-lo pelo portal www.olaturista.org.br. Em pouco mais de uma semana, 75 instituições se cadastraram e quase cinco mil vagas já foram requisitadas.


O curso é oferecido gratuitamente a garçons, taxistas, artesãos, recepcionistas, telefonistas, barraqueiros, motoristas e guias, entre outros profissionais ligados ao atendimento ao turista. Para participar, o profissional deverá ter 18 anos, ser alfabetizado e estar ligado a alguma associação, sindicato ou cooperativa pré-cadastrada no programa.


Ele também prevê parceria com telecentros locais para facilitar aos participantes o acesso à internet. Nesses telecentros, os alunos contarão com suporte técnico de monitores para acessar as aulas virtuais.


Serviço - Os interessados ligados às entidades cadastradas no projeto-piloto de Salvador (BA) e do Rio de Janeiro (RJ) podem solicitar e receber diretamente de sua associação o código de acesso para fazer a inscrição on-line no portal www.olaturista.org.br

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República


Loading. Please wait...

Fotos popular